Foto Dicas Brasil Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade - Foto Dicas Brasil
12.338 views | by Simxer
Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade

Agora é a Sua Vez! Domine o Photoshop. Clique Aqui.

Você já ouviu falar na regra da reciprocidade em fotografia? Pois então, essa é mais uma daquelas regras técnicas que podem, e muito, ajudar a gente a conseguir fotos mais nítidas, o que normalmente é o objetivo de qualquer fotógrafo.

Como já sabemos, a fotografia é um conjunto de muitas habilidades que somadas entre elas, e não necessariamente todas aos mesmo tempo, permite resultados específicos e situações específicas.

Não confunda os ajustes do triângulo de exposição, ou seja, como trabalhar a nossa fotometria regulando a velocidade, abertura e ISO, com a Regra da Reciprocidade, mesmo que o triângulo exija que toda vez que você ajuste um dos três elementos os outros dois (normalmente) precisam também ser ajustados, matematicamente a Regra da Reciprocidade está relacionada a um número recíproco.

E o que é um número recíproco? O recíproco de um número é o inverso multiplicativo do número ou, por outras palavras, 1 dividido pelo número. Por exemplo, o recíproco de 100 é 1/100.

Esclarecido isso, gostaria de fazer uma analogia simples para entendermos porque a Regra da Reciprocidade pode ser útil para conseguirmos fotos mais nítidas quando fotografamos, principalmente, com lentes zoom ou teles, onde a estabilidade da imagem é crucial para bons resultados… Imagine visualizar um motivo através de um cano de pvc de 1 metro mais ou menos. Você pode firmar os braços, prender a respiração e conseguir bons resultados, agora tente a mesma coisa com um cano de 3 metros de comprimento, o que irá ocorrer é que ele envergará e por mais imóvel que você fique, o final dele ficará balançando. É exatamente isso que acontece com nossas lentes.

Explicado isso, vamos ao artigo que traduzi do fotógrafo americano Nasim Mansurov que acredito ser o mais completo pra você aprender a utilizar a Regra da Reciprocidade na fotografia, e como você já sabe, fiz os ajustes que julguei necessário para facilitar o seu entendimento. Vamos lá?

Qual é a Regra da Reciprocidade na Fotografia?

 

Um dos maiores desafios que muitos fotógrafos encaram é tirar fotos nítidas quando estão segurando uma câmera com as mãos. Muitos acabam com imagens embaçadas, sem entender a fonte do problema, que geralmente é o movimento da câmera. Infelizmente, o movimento da câmera pode vir de várias fontes diferentes – de técnicas de apoio inadequadas até vibrações do espelho e do obturador que podem ser realmente desafiadores e às vezes até impossível de lidar. Embora eu fale sobre os tópicos em artigos separados, eu gostaria de falar sobre a causa mais comum do movimento da câmera: uma velocidade do obturador menor do que a aceitável quando você está segurando manualmente uma câmera. Eu irei introduzir e explicar a Regra da Reciprocidade, que pode ajudar a aumentar muito as suas chances de conseguir fotos nítidas quando você não tem um tripé por perto.

Sony A7R Image Sample 12 960x641 Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade

Foto feita sem tripé seguindo a Regra da Reciprocidade –
Sony A7R + FE 35mm f/2.8 ZA @ 35mm, ISO 100, 1/40, f/11 – © Nasim Mansurov

O Que é a Regra da Reciprocidade?

Devido ao fato de que nós humanos não conseguimos ficar completamente imóveis, principalmente quando estamos segurando um objeto como uma câmera, os movimentos causados pelo nosso corpo podem mover a câmera e introduzir um borrão nas imagens. A premissa básica da Regra da Reciprocidade é que a velocidade do obturador da sua câmera deve ser pelo menos recíproca à eficácia do comprimento focal da lente. Se você estiver confuso com o que isto significa, não se preocupe – é bem fácil de entender assim que você vir em um exemplo.

Distancia focal Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade

Digamos que você esteja fotografando com uma lente de zoom como a Nikkor 80-400mm f/4.5-5.6G VR em uma câmera Full Frame, como a Nikon D750. Tudo o que a regra está dizendo é que se você estiver fotografando a 80mm, a velocidade do obturador deve ser pelo menos 1/80, enquanto que se você aumentar o zoom para 400 milímetros, a velocidade do obturador deve ser pelo menos 1/400.

Usar velocidades tão altas deve prevenir o borrão causado pelo movimento da câmera. Por que? Porque há uma correlação direta entre a distância focal e o movimento da câmera – quanto maior a distância focal, mais potencial haverá para o movimento da câmera. Se você tiver lentes zoom, como a lente de 80-400mm mencionada acima, você provavelmente já notou como seu visor fica mais tremido quando você olha com o zoom na maior distância focal, comparado com a menor – isso é porque o movimento da câmera é ampliado a distâncias focais maiores:

Focal Length and Camera Shake Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade

Você pode ver como o potencial para o movimento da câmera é aumentado com o aumento da distância focal. As linhas vermelhas pontilhadas representam o limite potencial de quanto a câmera pode se mover quando é segurada manualmente, e possui limites muito menores a 80mm do que a 400mm. Isso se dá porque o movimento da câmera é ampliado com o aumento no comprimento focal.

O Movimento da Câmera NÃO é o Borrão de Movimento

É importante destacar que o borrão causado pelo movimento da câmera é bem diferente do borrão de movimento (quando o motivo é mais rápido do que a velocidade do obturador – Panning) – ele geralmente deixa a imagem toda borrada, enquanto no borrão de movimento pode ser apenas do motivo, ou uma porção do motivo borrada, enquanto o resto da imagem aparece nítida. Também é importante destacar que a Regra da Reciprocidade apenas se aplica quando você está segurando uma câmera manualmente – montar a sua câmera em um objeto estável, como um tripé, não irá exigir velocidades do obturador maiores.

Comprimento Focal Efetivo

Por favor, note que eu usei as palavras “comprimento focal efetivo” na definição e forneci um exemplo com uma câmera Full Frame. Se você tiver uma câmera com um sensor menor que 35 mm, ou seja, uma câmera cropada (e a maioria das DSLRs de entrada, câmeras semiprofissionais e câmeras mirrorless possuem sensores menores), você primeiro precisa computar o comprimento focal efetivo, também conhecido como “campo de vista equivalente”, multiplicando o comprimento focal pelo fator de corte. Então, se você usar a mesma lente 80-400mm em uma câmera Nikon DX com um fator de corte de 1,5 x e estiver fotografando a 400mm, sua velocidade do obturador mínima deve ser pelo menos 1/600 de segundo (400 x 1,5 = 600).

Notas e Exceções

Lago Moraine Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade


Lago Moraine via Shutterstock

 

Embora ela seja comumente chamada de “Regra da Reciprocidade”, ela não é uma regra em si – apenas um guia para a velocidade mínima do obturador para evitar o borrão causado pelo movimento da câmera. Na verdade, como a velocidade do obturador afeta o movimento da câmera depende de diferentes variáveis, incluindo:

A eficiência de sua técnica de manuseio: Se você tiver uma técnica de manuseio ruim, a Regra da Reciprocidade pode não funcionar para você e você pode precisar usar maiores velocidades do obturador. Os equipamentos e lentes variam em tamanho, peso e volume, então você pode precisar utilizar técnicas de manuseio especializadas, dependendo do que você está fotografando. Saber segurar a câmera corretamente, pode ser determinante para bons resultados, sempre!

Resolução da câmera: independente de você gostar ou não, as câmeras digitais estão aumentando em resolução e como nós vimos no caso de câmeras de alta resolução como a Nikon D810, ter mais pixels aglomerados no mesmo espaço físico pode ter um efeito drástico na nitidez das imagens com zoom 100%. Câmeras com resoluções maiores mostrarão mais intolerância ao movimento da câmera do que as câmeras com menor resolução. Então, se você estiver lidando com uma câmera de alta resolução, você pode precisar aumentar sua velocidade do obturador para um valor maior do que a Regra da Reciprocidade sugere.

Qualidade/nitidez da lente: você pode ter uma câmera de alta resolução, mas se ela não for equipada com uma lente de alto desempenho com boa nitidez, você não conseguirá tirar fotos nítidas, não importa o quão rápida é a velocidade do obturador.

Tamanho do motivo e distância: fotografar um pequeno pássaro de uma longa distância e querer que cada detalhe das penas seja preservado geralmente requer uma maior velocidade do obturador do que o recomendado pela Regra da Reciprocidade, principalmente se o motivo precisar ficar nítido com zoom 100% (nível dos pixels).

Estabilização da imagem: este é um fator importante e deve ser explicado separadamente – veja abaixo.

Estabilização da Imagem

A Regra da Reciprocidade fica de fora se a sua lente ou câmera vir com estabilização da imagem (também conhecida como “redução de vibração” ou “compensação de vibração”), porque ela reduz efetivamente o movimento da câmera movendo os componentes internos da lente ou do sensor da câmera. Como a implementação e eficácia da estabilização de imagem depende de vários fatores, incluindo tecnologia do fabricante, estabilização da lente versus imagem da câmera, uso eficaz da tecnologia de estabilização e outros fatores, seu impacto varia muito de câmera para câmera e de lente para lente. Por exemplo, a Nikon e a Canon usam estabilização da lente e geralmente afirmam ter de 2-4 vezes o potencial de compensação nas lentes, enquanto a Olympus afirma ter 5 vezes a compensação em sua câmera mirrorless OM-D E-M1 com sistema de estabilização de imagem no corpo com 5 eixos. Este é um grande potencial para reduzir a velocidade do obturador para números muito menores do que a Regra da Reciprocidade recomendaria.

Praia Mar Vermelho Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade

Praia do Mar Vermelho via Shutterstock

 

No exemplo acima com a lente Nikkor 80-400mm f/4.5-5.6G VR, como a lente vem com estabilização da imagem e a Nikon afirma ter até 4 paradas de compensação, você poderia teoricamente reduzir a velocidade recomendada do obturador pela Regra da Reciprocidade em até 16 vezes! Então, quando estiver fotografando a 400mm, se sua técnica de manuseio for perfeita e você ligar a estabilização da imagem, você poderia ir de 1/400 de se segundo (Regra da Reciprocidade baseada em uma câmera Full Frame) para 1/25 de segundo e ainda ser capaz de capturar uma imagem nítida de seu motivo (desde que seu motivo não se mova em velocidades tão altas e cause borrões de movimento). Em tais casos, a Regra da Reciprocidade simplesmente não se aplica…

Aplicando a Regra da Reciprocidade: ISO Automático

Muitas câmeras digitais modernas vêm com um ótimo recurso chamado “ISO Automático”, que permite que você deixe a câmera controlar o ISO, dependendo das condições de iluminação. Algumas implementações de ISO automático são bem simplistas, deixando que o usuário especifique apenas o ISO mínimo e máximo e deixando pouco ou nenhum controle sobre a velocidade mínima do obturador. Outros possuem recursos de ISO Automático mais avançados, permitindo especificar não apenas os limites do ISO, mas também a velocidade mínima do obturador antes do ISO ser mudado. A Nikon e a Canon, por exemplo, possuem um dos melhores ISO Automático em suas DSLRs modernas – além do mencionado acima, a velocidade mínima do obturador pode ser configurada como “Automático”, o que irá configurar automaticamente a velocidade do obturador baseado na Regra da Reciprocidade:

Nikon Auto ISO Sensitivity Settings Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade

Você pode até mesmo personalizar mais este comportamento, diminuindo ou aumentando a velocidade mínima do obturador relativa à Regra da Reciprocidade. Por exemplo, na minha Nikon D750, eu posso configurar a velocidade mínima do obturador para “Automático”, depois definir o limite uma vez para “Mais Rápido”, o que irá dobrar a velocidade do obturador baseado na Regra da Reciprocidade. Então, se eu estiver fotografando a digamos, uma distância focal de 100mm, a câmera irá automaticamente aumentar o ISO somente quando minha velocidade do obturador ficar abaixo de 1/200. E se eu usar uma lente estabilizada e quiser que a minha câmera tenha uma velocidade mínima do obturador menor, eu posso mover o limite para “Mais Devagar”, reduzindo a velocidade mínima do obturador de acordo com a Regra da Reciprocidade.

Conclusão

 

Lago Plitvice Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade

Lago Plitvice Via Shutterstock

 

Muitas vezes tudo o que precisamos é nos cercar de técnicas e dicas simples para conseguirmos avançar na nossa jornada fotográfica, é importante considerar que um equipamento bom não consegue bons resultados por si só, é preciso se dedicar a aprender o básico da fotografia de forma consistente e assim, sempre alcançar os resultados que desejamos. Espero ter contribuído com este artigo para você subir mais um degrau na sua jornada fotográfica.

Não deixe de compartilhar sua opinião, aqui ela é sempre bem vinda!

Vamos juntos!

AssinaturaPosts New Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade

 

Imagem em destaque: Buttermere Via Shutterstock

Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade 4.84/5 (96.73%) 49 votes
pixel Fotos mais Nítidas com a Regra da Reciprocidade

Slide background
Slide background
Slide background
Slide background


Simxer é autora e fundadora do Foto Dicas Brasil e Fotógrafa profissional há mais de 15 anos. É empreendedora e apaixonada pelo que faz. Autora dos Best Sellers "Fotometria Simples - Você no Controle da Luz" e "Nikon ou Canon, câmera profissional ou semiprofissional? Aprenda a decidir você mesmo", se orgulha de ministrar o melhor e mais completo curso online de fotografia para Iniciantes, o "Curso Online Fotografia Profissional para Amadores", que conta com fotógrafos iniciantes de vários países além do Brasil como Portugal, Estados Unidos, Japão e África. E está sempre em busca de despertar a sua paixão pela fotografia em outras pessoas e aprender com outros apaixonados!

40 Comments
  • Excelente aula Simxer, muito útil. Obrigado.

  • Franz S. Borges

    Bom dia Simxer, eu já conhecia a relação entre a distância focal e a velocidade recomendada para fotos mais nítidas. Esse artigo acrescentou informações muito importantes que eu desconhecia, com certeza vai ajudar muito nas próximas fotos. Obrigado

  • Show! faz tempo q estava procurando essa explicação, e não encontrava dessa forma.

    obrigado!

  • Essa regra já foi repetida tantas vezes por aí afora mas, apresentada por você, ela deixa de ser apenas uma coisa mística e passa a ser lógica e técnica sem ser cansativa. Obrigado.

  • Parabéns, muito bom. E, obrigado por compartilhar seu conhecimento.

  • Sandro Rodrigues

    Dicas muito valiosas. Na imensa maioria das vezes, queremos fotos com foto perfeito, ou seja, para além de todas as outras técnicas, esta técnica básica representa muito para todos nós. Obrigado.

  • Antonio A. Mozeto

    Olá, Simxer…. eu, tal como um colega acima, já conhecia a relação entre a distância focal e a velocidade recomendada para fotos mais nítidas. No entanto, esse post acrescentou várias informações importantes desconhecidas por mim….agradeço mais uma vez seu compartilhamento….antonio mozeto

    • fotodicasbrasil

      Oi Antonio, esse é meu maior objetivo, acrescentar informação relevante, fico feliz em saber que foi útil!Abraços, Simxer ​

  • Seus artigos são ótimos! Enxuto, direto e de fácil assimilação.

  • Boa tarde Simxer… Eu já conheço um pouco desse assunto, porém esse artigo me proporcionou maiores conhecimentos. Como sempre seus artigos são por demais úteis pra nós.
    Um abraço.
    Lenilson Nazario

  • Muito bom Simxer.. como alguns colegas disseram, a maioria de nós já tinha certo conhecimento sobre a relação distância focal X velocidade, mas algumas informações que você detalhou fez toda a diferença.
    Obrigado por compartilhar conhecimento.

  • Mais uma vez, parabéns pelo conteúdo.
    Realmente, quando vamos seguindo mais a diante, ficamos sempre mais seletivos.
    Ter mais conhecimento é sempre melhor.

  • Boa Tarde,

    Parabéns Simxer. Muito bom o artigo, eu particularmente ainda não tinha estudado nada parecido ou seja desconhecia as regras. Espero futuramente estar praticando

    Abraços.

  • Olá Simxer! Eu não conhecia a regra da reciprocidade. Obrigada por compartilhar!

  • Desculpe pra mim ficou confuso demais.Então se minha lente é 24-105mm vou fotografar eternamente com essa velocidade 1/24 ou 1/100?Não entendi.

    • Oi Luciana, eternamente não, como descrito no artigo, isso é um guia, principalmente quando você quer mais nitidez em suas fotos! No artigo, descrevi as exceções e o que deve ser levado em consideração, ou seja, essa é uma regra que ajuda muito de acordo com o comprimento focal da sua lente, funciona sim, mas não precisa só fazer isso.Abraços, Simxer ​

  • Simxer, boa tarde!

    Muito interessante seus artigos, a cada dia que passa fico mais fascinada por fotografia. Ainda tenho muito que aprender, com sua ajuda
    3 sei que irei longe. Muito obrigada! Régia Santos

  • Leonardo Figueiredo

    Parabéns Simxer!

    Ainda não conhecia a regra da reciprocidade, mas depois de ler esse excelente, com certeza vai ajudar no me desenvolvimento. Obrigado mais uma vez Simxer.

  • Oi, bom dia. Fiquei apenas com uma duvida na questão o ISO automático, pois testei em minha Nikon D7100 e regulando o iso manualmente consegui um resultado com melhores contrastes (mais captura de detalhes) do que com a configuração automática… fotografei dentro de casa e no automático os brancos e pontos de incidência de luz ficaram bem estourados.
    Gosto muito da forma com que você fala de fotografia, simplificando o entendimento e contribuindo sempre com ótimas dicas.
    Obrigado.

    • fotodicasbrasil

      Obrigada José. Você não disse qual câmera usou, mas sim, tudo que você controla deverá ter um resultado melhor, o ISO automático nas câmeras mais modernas pode ser uma excelente ferramenta para usar a regra pra quem está iniciando na fotografia, mas se você sabe configurar tudo, melhor ainda!

      Obrigada por compartilhar sua experiência!

      Abraços,
      Simxer

  • Parabéns, Simxer!
    Adoro seus artigos. São bastante didáticos.

  • Oi cara amiga Simxer, agradeço por mais um dos elucidativos artigos desenvolvidos com tanta mestria,que eu presumo derivada da sua eloquência mesmerizante. Agora, quem achava que sabia passou a ter certesa que sabe. A sua dedicação merece uma constelação bem mais densa que as cinco estrelinhas. PARABENS !!!

    • Que comentário lindo Sergio!! Fico muitíssimo feliz em tê-lo acompanhando meus artigos, meu muito obrigada!Abraços, Simxer ​

  • Muito boa a matéria! no meu caso eu uso a lente 35mm 1.8
    qual velocidade ideal pra nitidez?

    • Oi Elenildo a regra é mais usada em lentes zoom, mas seguindo a regra, no seu caso, seria entre 1/30 e 1/40.Abraços, Simxer ​

Leave a Reply

— required *

— required *

Powered by Foto Dicas Brasil.