Foto Dicas Brasil Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop - Foto Dicas Brasil
11.655 views | by Simxer
Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Domine a Pós-Produção Fotográfica. Conheça!

Eu lancei uma série de vídeos gratuitos sobre o Lightroom, onde ensino a trabalhar de forma simples e eficiente com várias ferramentas e técnicas do Lightroom. Está sendo um sucesso enorme, recebi mais vários comentários positivos no site e centenas de emails com elogios e também com dúvidas. As  principais foram:  “Qual a diferença do Lightroom para o Photoshop?” e “Qual programa eu devo usar para editar minhas fotos?”.

Decidi então escrever este artigo para responder de forma mais completa a todos os fotógrafos iniciantes que muitas vezes tem dificuldades de entender e decidir qual o melhor programa de edição de imagens para quem ama fotografar!

Há muitas opções gratuitas, como o iPhoto, Picasa, GIMP e outros programas comerciais, como o PaintShot Pro, ACDSee Pro e o Pixelmator, mas os programas mais populares definitivamente são o Lightroom e o Photoshop.

Embora os dois programas tenham muitas similaridades, e são amplamente usados pela comunidade fotográfica, ambos servem a um propósito único e são bem diferentes. Entender o que os torna similares, e também diferentes, pode ajuda-lo a fazer uma escolha quando for selecionar o programa certo para você.

Se você não tiver certeza das diferenças entre o Lightroom e o Photoshop, não se preocupe, você não está sozinho!

Primeiro vamos tentar definir o que são os dois programas.

O que é o Photoshop?

PhotoshopCC Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Photoshop foi originalmente criado como uma ferramenta para edição de imagens simples, que desde 1990 tem crescido em um conjunto gigantesco de funções e capacidades para atender designers gráficos, arquitetos, animadores, editores, artistas 3D e até mesmo fotógrafos. Pense nele como um programa de edição de imagem com um potencial ilimitado e que pode crescer, não só com as atualizações e upgrades do próprio software, mas também com plugins especiais conhecidos como “filtros” da Adobe e empresas de software de terceiros.  Quer talvez fazer uma pessoa parecer mais alta, mais baixa, ou ainda mais magra ou mais gorda? O Photoshop pode fazer tudo isso; e muito mais. Seria inútil tentar listar o que Photoshop pode fazer, porque provavelmente seria uma lista interminável. O termo “Photoshopado” é agora uma parte do nosso jargão diário, porque estamos constantemente expostos a imagens alteradas que parecem desde realistas a muito falsas – e esse é exatamente o poder que o Photoshop possui.

O que é o Lightroom?

LightroomCC Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

O nome completo do Lightroom é “Adobe Photoshop Lightroom”, o que pode parecer confuso, porque ele contém a palavra “Photoshop”. De certa forma, isso faz sentido, porque o Lightroom nasceu como um subconjunto do Photoshop com funcionalidades específicas que o Photoshop não tem, e provavelmente, nunca terá. Ele foi criado com o propósito principal de gerenciar um grande número de imagens mantendo-as organizadas em um só lugar. O Photoshop é uma ferramenta de edição de imagem muito avançada, mas quando você precisa editar centenas de imagens, mantendo-as organizadas, isso pode se tornar um grande problema ao longo do tempo, principalmente se levarmos em consideração a quantidade de imagens que podemos criar com a fotografia digital.

Antes de eu começar a trabalhar com o Lightroom, meu fluxo de trabalho de fotografia consistia apenas em usar o Adobe Camera RAW (que permite a abertura, manipulação e conversão de arquivos RAW) e o Photoshop (que eu usava para aperfeiçoar as imagens antes de guarda-las definitivamente no meu HD). Era um processo complexo, pesado e muitas vezes ineficiente, mesmo depois de eu automatizar vários processos em lote no Photoshop. O maior desafio sempre foi separar, catalogar e organizar as imagens editadas no meu computador. Eu não estou nem falando sobre encontrar imagens, porque era uma tarefa impossível que exigia a revisão de milhares de miniaturas e metadados de imagem, a fim de encontrar a que eu realmente estava procurando. Como o meu catálogo de imagens naturalmente foi crescendo, eu percebi que tinha que encontrar uma maneira melhor de organizar e editar minhas fotografias. E foi aí que eu descobri o Lightroom.

O Lightroom é um programa de gerenciamento de imagem que lê automaticamente os seus metadados conhecido como EXIF (como: câmera, marca e modelo, data/hora da captura, abertura, velocidade do obturador, ISO, balanço de branco e muito mais), e escreve informações sobre cada fotografia em um novo “banco de dados” conhecido como “catálogo”. Como as imagens são importadas, o Lightroom foi construído com funcionalidades para adicionar informações adicionais para cada imagem, o que lhe permite marcar imagens com palavras-chave específicas, bandeiras e classificações de estrelas. Isto torna muito fácil classificar centenas de imagens e escolher as melhores, editá-las seletivamente ou em lotes, em seguida, exportar as melhores imagens diretamente para sites como Flickr e Facebook. Este tipo de marcação e indexação não está disponível no Photoshop, pois o Photoshop não mantém um banco de dados com imagens catalogadas.

Além de gerenciamento de mídias, o Lightroom contém um conjunto de ferramentas que permitem aos fotógrafos manipular imagens. Em suma, deve-se pensar em Photoshop como uma ferramenta de edição de imagem, enquanto o Lightroom é uma ferramenta de gerenciamento de imagem com vários recursos de edição de imagem voltados para fotografia (e atualmente, vídeos também).

Similaridades

Similaridades LRPS  Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Você já percebeu que os dois programas são desenvolvidos pela Adobe, empresa proprietária de mais de 30 programas específicos para vários outras áreas de edição, eu mesma possuo instalado e uso com frequência 8 deles que passam pelas atividades que desenvolvo em fotografia/imagem/vídeo. E esse é um ponto positivo, porque torna intuitivo o uso de várias ferramentas.

Então falando das similaridades, basicamente os dois programas fazem a mesma coisa, ou seja, editam imagens. Como eles lidam com essa tarefa, e também como você realmente usa cada programa – é bem diferente – mas se você estiver apenas procurando por um programa que permita que você altere, ajuste e melhore suas fotografias, os dois irão servir. Ambos são capazes de lidar com vários tipos de arquivos, tais como: JPEG, PNG, TIFF e o favorito de muitos fotógrafos, RAW. Na verdade, tanto o Photoshop quanto o Lightroom usam o processamento do Adobe Camera Raw (ACR), plugin da Adobe para lidar com arquivos RAW, dependendo da versão do programa, ele precisa ser baixado e instalado, mas as versões mais novas já possuem ele integrado. Então, você pode esperar controles e opções de edição similares nos dois programas quando estiver fazendo coisas como ajustar a saturação, trabalhar com curvas e corrigir as distorções da lente.

Tanto o Lightroom, como o Photoshop são adições poderosas à caixa de ferramentas digital de qualquer fotógrafo, mas entender o que torna cada um único pode ajudá-lo a escolher. Os dois programas também apresentam um conjunto extenso de ferramentas de edição e manipulação, que permitem que você faça de tudo, desde edições básicas como compactação e ajuste da exposição, até alterações avançadas, como trabalhar com pincéis, curvas de tom, e filtros graduados. Você encontrará uma variedade de efeitos nos dois programas que permitirão que você aplique edições instantâneas, como preto e branco, sépia e outros estilos artísticos. Os dois programas são editores de imagens poderosos. Eu conheço alguns fotógrafos que usam exclusivamente o Lightroom e nunca usam o Photoshop, e também muitos outros que passam o dia todo no Photoshop e nunca abrem o Lightroom. Eu sempre trabalhei com os dois e mais a frente vou te explicar o porquê. Porém, para poder entender qual é o melhor para você, pode ser útil ver como eles também são diferentes um do outro.

Diferenças 

DiferençasLRPS  Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop


Um dos modos pelos quais o Lightroom é diferente do Photoshop é que ele na verdade não edita diretamente as fotos, nem move suas imagens para locais diferentes em seu computador. Ao invés disso, todas as mudanças que você implementa são mantidas em um arquivo separado chamado de Catálogo, que é como um livro de receitas de instruções sobre como cada foto deve ser processada. Quando você aplica algum tipo de edição, como um filtro radial ou um pincel de ajuste, o Lightroom está basicamente mantendo um registro das alterações em uma base de dados, enquanto deixa a imagem original intacta. Esta é uma técnica chamada de edição não destrutiva, que contrasta com como o Photoshop opera.

No Lightroom eu posso voltar e reeditar a foto a qualquer hora que eu quiser. As edições no Lightroom são um conjunto de instruções sobre como processar o arquivo, similar a como uma receita é um conjunto de instruções para fazer comida, como um bolo, por exemplo. Após terminar de fazer as mudanças em uma imagem no Lightroom, a foto precisa ser exportada, e então ela poderá ser impressa, compartilhada ou postada online. Como a foto original continua completamente intacta em seu computador, você pode voltar para o Lightroom a qualquer momento no futuro e reeditar a foto como você quiser.

Outro benefício dessa abordagem é que o catálogo em si é bem pequeno, frequentemente usando apenas algumas centenas de megabytes em seu HD, mesmo se você tiver milhares de imagens no Lightroom.

O Photoshop, por outro lado, opera de modo bem diferente. Quando você edita uma foto, como um arquivo JPG, PNG ou RAW no Photoshop, você está sempre trabalhando no arquivo original, a menos que você salve uma cópia como arquivo Photoshop, que possui a extensão PSD, e que geralmente possui dezenas de megabytes de tamanho. Este arquivo PSD contém todas as mudanças feitas em uma foto, e para poder compartilhar esta imagem, ela precisa ser salva em um formato final, como JPG, PNG, etc. Basicamente, se você quiser fazer edições não destrutivas no Photoshop, você acabará com três arquivos separados, o arquivo RAW original da câmera, um PSD e a cópia final salva em um formato compartilhável do PSD.

Os dois processos parecem similares, mas possuem uma grande diferença; no Lightroom, todas as suas mudanças para todas as fotos são salvas em um único arquivo de catálogo relativamente pequeno. No Photoshop, todas as suas mudanças são salvas em arquivos únicos para cada imagem que você editar. Isso significa que muito mais espaço em seu HD será usado quando você trabalhar com arquivos múltiplos no Photoshop, e você acabará com múltiplas versões de cada imagem também. Então, por que você escolheria usar o Photoshop ao invés do Lightroom? Bom, não escolha ainda…

Recursos de Edição de Imagem no Lightroom

O Lightroom tem um conjunto específico de ferramentas que tornam mais fácil editar e manipular imagens. Aqui está uma lista de ferramentas disponíveis no Lightroom no módulo “Revelação” (Lightroom CC e Lightroom 6).

1. O painel de edições

2.  O painel “Histograma” no módulo Revelação permite medir tons de cores, bem como fazer ajustes de tonalidade à foto.

01. LR PainesN Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

3. Informações adicionais sobre o status da Visualização inteligente das fotos são exibidas abaixo dos valores de RGB/Informações.

4. As ferramentas na caixa de ferramenta permitem que você corrija olhos vermelhos, remova pó e manchas, corte e corrija fotos, e aplique ajustes a áreas específicas de uma foto.

02. LR PainesN Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

5. O painel “Básico” contém as ferramentas principais para ajustar o equilíbrio de branco da foto, a saturação de cores e a escala de tons.

6. A “Curva de tons” e  contêm ferramentas para efetuar o controle detalhado dos seus ajustes de sobras e luminosidade.

03. LR PainesN Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

7. Os painéis “HSL/Cor/P&B” contêm ferramentas para efetuar o controle detalhado dos seus ajustes de cores e tons.

8. O painel “Tonalização dividida” colore imagens monocromáticas ou cria efeitos especiais com imagens coloridas.

04. LR PainesN Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

9. O painel “Detalhe” permite que você ajuste a nitidez e reduza ruído.

10. O painel “Correções de lente” permite que você corrija o desvio cromático e as vinhetas da lente causadas pela lente da câmera.

05. LR PainesN Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

11. O painel “Efeitos” permite que você aplique uma vinheta à uma foto cortada ou adicione um efeito de foto granulada.

12. O painel “Calibração da câmera” faz ajustes às configurações de calibração padrão da sua câmera.

06. LR PainesN Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Como você pode ver, a lista de ferramentas é bastante longa – vai de cortar e mudar a exposição básica para problemas específicos de correção de lentes.

As alterações específicas podem ser salvas como predefinições (Presets) e aplicadas a um grupo de imagens. Como a Adobe desenvolve novas versões do Lightroom, novos sub-módulos e outras características específicas de sub-módulos se tornam disponíveis.

Além das capacidades de edição de imagem destacados acima, o Lightroom também tem módulos integrados para a criação de apresentações de slides, impressão, exportação de galerias de imagens para a web e muito mais.

Aproveite e assista aqui a série gratuita com as principais edições do Lightroom. Ela ficará disponível por pouco tempo.

Pós-produção Fotográfica Profissional para Amadores

Recursos de Edição de Imagem no Photoshop

Todas as capacidades de edição de imagens do Lightroom listadas acima, são automaticamente incluídas no Adobe Camera RAW, que é acionado quando uma imagem RAW é aberta a partir do Photoshop. Enquanto parece um pouco diferente do Lightroom, cada função é espelhada no Camera Raw. Quando a Adobe lança atualizações para as edições de imagens no Lightroom, ela também libera ao mesmo tempo atualizações para o Câmera RAW.

Aqui está uma imagem do painel do plugin Camera Raw:

InterfaceAdobeCameraRaw9 Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

E aqui está uma comparação entre os sub-módulos do Lightroom e Adobe Camera Raw.

Sub-módulo “Básico” Lightroom/Adobe Camera Raw

1. LR ACRPaines Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Sub-módulo “Curva de Tons” Lightroom/Adobe Camera Raw

2. LR ACRPaines Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Sub-módulo “HSL/Tons de Cinza” Lightroom/Adobe Camera Raw

3. LR ACRPaines Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Sub-módulo “Tonalização Dividida” Lightroom/Adobe Camera Raw

4. LR ACRPaines Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Sub-módulo “Detalhe” Lightroom/Adobe Camera Raw

5. LR ACRPaines Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Sub-módulo “Correção das Lentes” Lightroom/Adobe Camera Raw

6. LR ACRPaines Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Sub-módulo “Efeitos” Lightroom/Adobe Camera Raw

7. LR ACRPaines Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Sub-módulo “Calibração da Câmera” Lightroom/Adobe Camera Raw

8. LR ACRPaines Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Como você pode ver, ambos têm exatamente a mesma funcionalidade em termos de edição de imagens.

Fluxo de Trabalho

Deixando os recursos e opções de arquivo de lado, o trunfo que o Lightroom tem contra seu grande irmão envolve sua solução de fluxo de trabalho para fotógrafos de ponta a ponta. Como ele foi desenvolvido especificamente para as necessidades dos fotógrafos amadores e profissionais, ele lida com tudo, desde importar fotos de seu cartão de memória, até organizar, editar, compartilhar e finalmente imprimi-las. O Lightroom possui suporte para palavras chaves e pastas virtuais para ajuda-lo a manter um registro de suas imagens, e você pode até mesmo usá-lo para criar uma apresentação de slides ou livro de fotos. Muitos fotógrafos, até mesmo profissionais, passarão semanas ou meses sem nunca abrirem o Photoshop, porque o Lightroom cuida de tudo o que eles precisam.

O módulo de Biblioteca do Lightroom permite que você organize e gerencie rapidamente todas as suas fotos.

Do outro lado do espectro está o Photoshop, que não transfere arquivos, não organizará suas imagens e certamente não consegue fazer apresentações de slide ou livros de fotos com a mesma facilidade do Lightroom. Mais uma vez, tudo depende do que você está disposto a aceitar. Nada chega perto do Photoshop com relação a puro poder de edição. Porém, você pode usar o Adobe Bridge para lidar com algumas tarefas baseadas em fluxo de trabalho, como importar fotos e organizar a mídia digital em seu computador, que em conjunto com o Photoshop, oferece uma experiência de fluxo de trabalho mais compreensiva. Não é nem de longe como trabalhar com o Lightroom, mas isso providencia um bom nível de automação, ao invés de organizar manualmente todas seus PSDs, JPGs e outras fotos.

Às vezes a melhor solução envolve os dois programas! É quando os resultados tornan-se realmente poderosos, com a grande vantagem de você não ser obrigado a usar os dois.

Na aula sobre “marca d´água” da série gratuita com as principais edições do Lightroom, você pode assistir como o Lightroom e o Photoshop podem trabalhar juntos para um melhor resultado. A série ficará disponível por pouco tempo.

Pós-produção Fotográfica Profissional para Amadores

Meu fluxo básico de trabalho envolve esse esquema simples:

Fluxo de trabalho Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Acredito que até aqui você já tenha uma clara ideia das potencialidades dos dois programas, e vamos além, vamos listar os pontos fortes e fracos dos dois programas.

Pontos Fortes do Photoshop

InterfacePhotoshopCCPontos Forte  Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

 

  • Edição do pixel – Imagens criadas ou abertas no Photoshop são compostas de pixels, que são os pequenos pontos físicos de uma imagem, e são os menores elementos endereçáveis em uma foto. O software permite a edição, mesmo neste pequeno nível, ou seja, a manipulação sem limites é possível.
  • Camadas – O Photoshop permite múltiplas camadas a serem armazenados em um arquivo mestre, o que significa que você pode manter diferentes imagens ou edições em camadas separadas, e depois esconder, modificar ou melhorar qualquer uma dessas camadas de forma independente.

Camadas Photoshop Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

  • Ações (Actions) – Uma característica extremamente útil, as ações permitem passos de manipulação que podem ser encadeados e registrados, permitindo recriar todo um processo de edição com um clique do mouse.
  • Composição e mesclagem – Devido à capacidade de camadas dentro de uma imagem, é possível mesclar as camadas de várias maneiras. As máscaras permitem proteger partes específicas da foto dos ajustes que estão sendo feitos para o nível de pixel, simplesmente pintando a área que você gostaria de manter.
  • Vasta caixa de ferramentas – A cada liberação progressiva da Adobe, o Photoshop parece trazer ferramentas cada vez mais úteis. De preenchimento sensível ao conteúdo (content-aware), redução de efeitos de trepidação da câmera e até filtros de fotos, há uma ferramenta para quase todas as tarefas que um fotógrafo precisa.

Caixa ferramentas Photoshop Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

As Fraquezas do Photoshop

  • Altíssima curva de aprendizagem – Com o seu grande poder de edição, vem uma curva de aprendizagem muito íngreme. Embora você tenha uma enorme variedade de ferramentas à sua disposição, dominá-las é algo que leva muito tempo e bastante prática.
  • Não tem edição interna de RAW – Ao contrário da capacidade nativa do Lightroom para manipular arquivos RAW diretamente da câmera, o Photoshop deve contar com um plugin como ACR (Adobe Camera RAW) ou algo semelhante, a fim de importar e modificar esses arquivos.
  • Não há gerenciamento de imagens – O Photoshop foi construído a partir do zero para ser uma ferramenta de criação e edição de imagens poderosa. Embora haja a possibilidade de importação de lote e exportação, além de algumas ferramentas disponíveis para fazer alguns aspectos do processo mais fácil, não permite nem de longe a gestão um fluxo de trabalho (workflow) para os fotógrafos.

Pontos Fortes do Lightroom

InterfaceLightroomCC Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

  • Edição interna de RAW  – Nenhum plugin é necessário! O Lightroom aceita nativamente arquivos RAW diretamente da sua câmera, e permite toda a edição dentro do software.
  •  Gestão de imagem direcionada para o melhor fluxo de trabalho possível  – O Lightroom nasceu do desejo de dar aos fotógrafos algo melhor para gerenciar as suas fotos. O programa inteiro é baseado na criação de um sólido e consistente fluxo de trabalho, que irá ajudá-lo a fazer a maior parte das fases de pós-processamento com facilidade e eficiência.

BibliotecaLR Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

  • Simples e fácil de usar – Uma vez que o Lightroom não têm a enorme caixa de ferramentas encontrados no Photoshop, a sua curva de aprendizagem é muito menor. Tudo, desde as ferramentas disponíveis, até a própria interface, é simples e fácil de manipular. A ideia é que uma vez aprendido todas as funcionalidades, o seu ganho em rapidez e eficiência de resultado seja superior a qualquer outro programa.
  • Predefinições (Presets) – Sonho de qualquer fotógrafo; Imagine ter a capacidade de editar os níveis de exposição, contraste e tons, e depois salvar tudo isso em um arquivo acessível e reaplicar a quantas fotos você quiser. Então imagine que você pode ter variações ilimitadas destes ajustes, e aplicá-los a qualquer foto com um clique do mouse. Bem-vindo às predefinições do Lightroom! Fotógrafos de todo o mundo compartilham suas predefinições (presets), trazendo um ganho potencial ilimitado para o resultado de suas fotos.

Presets Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

As Fraquezas do Lightroom

  • Não há ferramentas avançadas de edição  – Simplesmente porque o Lightroom não foi concebido como um editor para manipular imagens, a maioria das funções de manipulação de foto do Photoshop, não estão presentes aqui. Edições muito finas, ainda precisam do Photoshop, mas isso está mudando.
  • Sem gerenciamento de camadas  – O sistema de camada do Photoshop é inexistente aqui. Efeitos e modificações podem ser empilhados em uma imagem, mas não há verdadeira separação de segmentos de imagem ou qualquer capacidade de usar modos de mesclagem. Mesmo senso possível trabalhar de forma seletiva como as máscaras no Photoshop.
  • Somente Fotos  – Mais uma vez, o Lightroom foi concebido como um sistema de fluxo de trabalho para os fotógrafos, o que significa que você só vai ser capaz de importar fotos existentes e modificá-las; não há ferramentas de criação de imagem rasterizadas (pixel) ou vetoriais que podem ser encontradas aqui, uma vez que essa é a principal função do Photoshop.

  Afinal,  O que comprar – Lightroom ou Photoshop?

 

Em 2009 a Digital Photography fez uma pesquisa entre seus milhões de usuários fotógrafos e 36% usavam o Photoshop CS, 19% usavam o Lightroom e os 45% restantes dividiam a preferência entre programas como o Photoshop Elements, Picasa, Aperture, Gimp, PaintShop Pro e Outros.

A mesma pesquisa foi repetida em 2014 e o resultado foi um crescimento incrível do Lightroom com 42% da preferência, o Photoshop com 19% e os 39% restante entre os programas já citados. Isso demonstra claramente que o Lightroom vem crescendo, e junto com a evolução do próprio programa, torna-se a cada dia que passa, imprescindível para qualquer apaixonado por fotografia.

A Adobe vem se empenhando em trazer para o Lightroom as principais ferramentas de edição que antes só o Photoshop possuía. Pra você ter uma ideia, o Lightroom CC já consegue fazer HDR, reconhecimento facial, edição para criação de fotos panorâmicas, entre outras.

Em janeiro deste ano a Adobe lançou um novo recurso chamado “Distorção de Limites” ou “boundary warp”, que simplesmente corrige automaticamente aquele rebordo irregular da imagem quando criamos uma imagem panorâmica com junção de várias outras como mostra a imagem abaixo.

boundary warp Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Isso significa que a cada facilidade implementada no Lightroom, você terá mais tempo para fotografar!

Mas se você realmente gosta de fotografia e quiser escolher um programa para pós-produzir suas imagens, eu sempre recomendo começar com o Lightroom, pelas seguintes razões:

  1. O Lightroom é mais fácil de aprender do que Photoshop.
  2. O Lightroom já contém um grande número de ferramentas de pós-processamento (como mostrado acima) – bom para 98% das tarefas de edição.
  3. O Lightroom irá ajudá-lo na criação de um sólido fluxo de trabalho, seja você profissional ou iniciante.
  4. O Lightroom irá torna-lo um fotógrafo mais eficiente, porque você poderá processar muitas fotos rapidamente, sem ter que lidar com abertura e fechamento de vários arquivos.
  5. O Lightroom irá mantê-lo organizado pela catalogação de todas as suas imagens em um único lugar, tornando-o fácil de encontrar e trabalhar com qualquer imagem.
  6. Como uma ferramenta de gerenciamento de arquivos e mídia, o Lightroom permite a criação de pastas e sub-pastas no seu HD e pode renomear arquivos em lotes usando modelos pré-definidos, o que resulta em mais controle, mais rapidez e mais eficiência.
  7. A Edição de imagens no Lightroom é não-destrutiva, o que significa que o arquivo original nunca é alterado permanentemente, enquanto o Photoshop é uma mistura de edição destrutiva e não destrutiva.
  8. Com o Lightroom, você pode voltar e restaurar qualquer ponto da sua edição de forma muito simples.
  9. O Lightroom pode exibir metadados da imagem como uma sobreposição da informação, inclusive enquanto você edita as fotos.O Photoshop não pode fazer isso.
  10. O Lightroom permite que você publique diretamente suas fotos no Flickr e Facebook de forma simples e eficiente.

Estou certa de que existem muitas outras vantagens de se utilizar o Lightroom, mas estes são os que eu pessoalmente acho muito importante.

Agora lembra quando eu disse: “Eu sempre recomendo começar com o Lightroom”? Isso significa que você acabará provavelmente obtendo também o Photoshop. Se você está planejando fazer qualquer edição a sério, você terá que obter Photoshop para ser capaz de fazer coisas que você não pode fazer com o Lightroom. Felizmente a Adobe tornou a decisão muito mais fácil com o lançamento do Creative Cloud e agora você pode comprar os dois programas por um preço bem acessível por mês. Se você não gostar da ideia de pagar mensalidade por um programa, você ainda pode comprar o Lightroom sozinho, e como a Adobe afirmou, eles continuarão a vender a versão única para todas as versões futuras também. Assim não tem mais desculpas de não pós-produzir suas fotos e muito menos não saber por onde começar.

Não deixe de assistir aqui a série gratuita com as principais edições do Lightroom, você vai poder aprender o uso de várias ferramentas e técnicas para elevar o nível da sua fotografia. Ela ficará disponível somente até dia 29/03/16.

Pós-produção Fotográfica Profissional para Amadores

Espero que tenha gostado e que não tenha ficado nenhuma dúvida do potencial dos dois programas e principalmente o quanto o Lightroom é indispensável atualmente para qualquer um que gosta de fotografia, ele tornou-se a extensão da nossa câmera fotográfica! Saber utilizar suas ferramentas é determinante para qualquer fotógrafo iniciante e profissional.

E você, já experimentou algum dos dois programas? Quais diferenças você acha que vale a pena notar entre eles? Compartilhe sua opinião nos comentários!

Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop 4.91/5 (98.21%) 112 votes
pixel Entendendo a Diferença Entre Lightroom e Photoshop

Slide background
Slide background
Slide background
Slide background


Simxer é autora e fundadora do Foto Dicas Brasil e Fotógrafa profissional há mais de 15 anos. É empreendedora e apaixonada pelo que faz. Autora dos Best Sellers "Fotometria Simples - Você no Controle da Luz" e "Nikon ou Canon, câmera profissional ou semiprofissional? Aprenda a decidir você mesmo", se orgulha de ministrar o melhor e mais completo curso online de fotografia para Iniciantes, o "Curso Online Fotografia Profissional para Amadores", que conta com fotógrafos iniciantes de vários países além do Brasil como Portugal, Estados Unidos, Japão e África. E está sempre em busca de despertar a sua paixão pela fotografia em outras pessoas e aprender com outros apaixonados!

43 Comments
  • Muito boa a matéria, faz uns 8 meses q eu uso o Lightroom eu curto ele demais. Tenho vontade de aprender o photoshop por completo, quem sabe daki uns dias 😀

  • Maravilha esclareceu todos minhas dúvidas e mais .
    Obrigado

  • Olá Simxer, Ótimo artigo, creio que ainda hoje muitos apaixonados por fotografia tenham esta duvida. Realmente gerenciar e tratar arquivos RAW com o trio Bridge, Lightroom e o Photoshop tornam seu fluxo de trabalho , fácil , rápido e preciso.

  • Simxer…. bom dia, parabéns pelo artigo… esclarecedor…obrigado mais uma vez!!!!

  • Estou a pensar muito sériamente ir de férias ao Brazil só para conhecer a Simxer.As suas explicações são do melhor a que já assisti.Votos que continue assim por muitos anos.Abraço e muito obrigado. Soares – Portugal

  • Isso é o que eu chamo de um artigo perfeito. Bastante completo e com excelente didática. Acabei de comprar os dois pelo Creative Cloud e suas orientações deixaram bastante claro, para mim, onde devo usar cada produto. Parabéns pelo trabalho e obrigado por compartilhar esse conhecimento conosco.

  • Excelente artigo, talvez você tenha escrito só pra mim. Exatamente as dúvidas que eu tinha. Você só não é a maior porque eu nasci antes. Mas… no futuro quem sabe, eu não vou ser eterno.

    Parabé
    ns minha cara é isso, pra falar sério de alguma coisa, temos, antes de dizer do que vamos falar.

    AAA

    • Apolinário, eu realmente adoro seus comentários! Com as sensatas intervenções que costuma fazer, fico muito feliz de ser elogiada por você.

      Grande abraço,
      Simxer

  • Mirian Francisco

    Simxer,

    Mais uma vez você deu um show!
    É, praticamente, uma aula completa!

    Estou aprendendo muuuito com seus vídeos e arquivos.
    Espero, em breve, fazer vários cursos com você.

    Bjs

  • Boa Tarde, parabéns pela explicações, qual o espaço que tenho que ter no meu computador para instalar o Lightroom.
    Ronald Pereira – Rio de Janeiro.

  • Wanderley Ferreira

    Simxer, boa tarde!

    Estou adorando seus videos, suas dicas e tudo o mais que encontro no site Foto Dicas.

    Os seus videos, assisto-os na medida em que posso, entre uma tarefa e outra, já que fotografia para mim, é um hobby, e tenho receio de não ter tempo de assisti-los até 29/03. Não haveria um jeito de deixar disponibilizado para que se possa assisti-los quando eu tiver tempo?

    Mais uma vez, agradeço a você pelas lições sobre fotografia.

    Um Beijo fraterno.

    Wanderley T. Ferreira

    • Oi Wanderley, fico feliz em saber!
      Quantos aos vídeos, estamos estudando a possibilidade de disponibilizá-los dentro do Curso de Pós-produção como bônus. O prazo é uma questão técnica!
      Eu que agradeço o seu comentário!

      Grande abraço,
      Simxer

  • Excelente post, em termos qualitativos e quantitativos! Esclareceu minhas dúvidas! Muito obrigado!

  • “Se você não existisse, que falta faria?”-Mário Sérgio Cortella
    Começo meu comentário a partir desta frase. Você faria toda a falta do Mundo!
    Fantástica como fotógrafa e como professora. Estudando seus artigos, sentimos o prazer que você tem em ensinar. PARABÉNS com louvor!

    • Ah Neuseli, como você é gentil! Quando eu vejo que dá pra perceber pelos meus trabalhos o quanto eu amo compartilhar o que aprendi, vale a penda cada segundo (e são muitos) de dedicação. Obrigada de coração pelo comentário.

      Grande abraço!
      Simxer

  • Conheço ambos. Gosto muito do Lr e uso pouco photoshop. Não gosto de manipulação, gosto de tratamento. Um completa o outro para satisfazer o mundo da arte.

  • Quando se é apaixonado pelo que faz, o resultado é esse: um trabalho magnifico. A sua forma de abordar um tema é de uma clareza espetacular. Fico na torcida para que você lance um curso em vídeo sobre o lightroom, do básico ao avançado. Mais uma vez, parabéns.

    • Geraldo, fico imensamente feliz em ler seu comentário! Estou trabalhando pra que o Curso de Pós-produção seja um divisor de águas para todos os iniciantes, tanto quanto foi pro meu trabalho.

      Muito obrigada!

      Grande abraço,
      Simxer

  • Como baixar o LIGHTROOM?

  • Obrigada Mirian! Vai ser ótimo tê-la também como aluna 🙂

    Grande abraço,
    Simxer

  • Concordo Salvador, até porque tenho percebido que a cada atualização, mais ferramentas do Photoshop que costumamos usar para fotografia, o Lightroom incorpora! Tomava que ela te escute 😉

    Abraços,
    Simxer

  • Excelente e muito esclarecedor! Paranbens !!!!

  • josue manuel fialho

    olá ( de Portugal )
    depois de ler este artigo
    fiquei com uma muito melhor idéia acerca do melhor para mim tendo a fotografia como hobby e sendo um iniciante
    fico muito grato e bem aja pela sua ajuda

  • Parabéns pelos esclarecimentos.

  • Eu comecei no PS e continuo com ele principalmente porque atualmente o Camera RAW é um filtro do PS e faz quase tudo o que o LR faz. Quase tudo porque em termos de organização das fotos o LR é imbatível. No entanto nem tudo o que o PS faz em termos de edição o LR consegue fazer, apesar do grande progresso do LR nas últimas versões. Como não sou fotógrafo profissional(e portanto não preciso editar fotos de casamentos, eventos, aniversários, etc.) ainda prefiro o PS por ser mais completo.

  • Acabei de conhecer e já amei!!! Super esclarecedor!

  • Muito bom trabalho! Eu comecei no Photoshop, agora vou para o LR. Estava buscando informações e vc atendeu minha expectativa. Parabéns!

Leave a Reply

— required *

— required *

Powered by Foto Dicas Brasil.

DOWNLOAD GRÁTIS

Se inscreva na melhor lista de Fotografia, e baixe agora mesmo o Guia com "Dicas de Fotometria" e as "Melhores Dicas Fotográficas", para Imprimir e Levar Sempre com Você!