Equipamentos e acessórios para fotografar casamentos

Equipamentos e acessórios para fotografar casamentos

Complementando o artigo “Dicas para fotografar casamentos”, vamos a segunda parte onde falaremos dos equipamentos e acessórios para este tipo de fotografia.

Você ainda não fotografa casamentos e quer saber em quais equipamentos e acessórios investir para fazer fotografias nesse tipo de eventos? Já é fotógrafo de casamentos, mas fica sempre na dúvida do que levar? Deseja aprimorar suas técnicas através de equipamentos e acessórios específicos para casamentos? Veja este artigo e tire suas dúvidas.

Flash excelente

Flash-Equipamentos-e-acessórios-para-fotografar-casamentos

Se o flash de sua câmera não é excelente, você precisará adquirir um. Este é um investimento importante na fotografia de casamento, já que aqui no Brasil a maioria dos casamentos acontece principalmente à noite. Também por ser um evento dinâmico, com muitas fotos sendo feitas a todo momento, é essencial que o Flash escolhido tenha um tempo de recarga rápido, não dá pra perder o beijo da noiva porque o flash ainda não recarregou, né? Mas fique tranquilo, se o seu flash for recente, ele provavelmente terá um tempo de recarga bom.

Cartões de memória com muitos GB de capacidade

Cartões-Equipamentos-e-acessórios-para-fotografar-casamentos

Invista em vários cartões de memória com muito espaço e excelente qualidade, sempre originais! É lá que o seu trabalho será armazenado e você precisa guardá–lo com segurança. Fotografe tudo sem medo, pois espaço é o que não poderá faltar!

Aliás, espaço, esta é outra peculiaridade da fotografia de casamento, são muuuitas fotos porque é um evento longo, então credito que se você estiver fazendo isso profissionalmente, estará fotogrando em RAW, se não, leia o artigo “Raw, isso é pra mim?” porque é importante que o faça.

E como você já sabe, as fotos em RAW são gigantescas, o que acaba fazendo você precisar de muito espaço.

O tamanho dos cartões é algo discutível, tem que defenda que é mais seguro ter vários cartões, porque se der defeito, você não perde tudo. Eu particularmente concordo com um amigo que trabalha só com um cartão enorme e brinca dizendo que não adianta trabalhar com dois cartões, porque se você perder um, não poderá dizer pra noiva ficar tranquila porque você SÓ perdeu a cerimônia, ou SÓ a recepção;)

O fato é que você precisa investir em qualidade e redobrar os cuidados, fazendo backups assim que sair do evento, usando aquelas “unidades de armazenamento portáteis” tipo o Wolverine (que não está mais disponível para vendas no site do fabricante), mas é só buscar um similar. Se você conhece um bom substituto, compartilhe com a gente nos comentários!

As câmeras profissionais modernas já possuem sistema de backup, ou seja, elas gravam em dois cartões ao mesmo tempo, o que significa… mais cartões que precisam ser adquiridos, mas também muitos mais segurança para você e seu cliente.

Lentes específicas

lentes-Equipamentos-e-acessórios-para-fotografar-casamentos

Para fotografar casamentos, o ideal é que você tenha duas lentes específicas, uma de zoom e outra grande angular. As lentes zoom claras, de abertura f/2.8 são excelentes e, se você puder adquirir uma dessas, ótimo, você ganhará muito em flexibilidade! As lentes bem claras servem para você fotografar com mais qualidade e mais conforto também, como foi dito estaremos fotografando na maior parte do tempo à noite.

Durante muito tempo a 28-70mm ficou como sendo uma ótima opção para a fotografia de casamento, e ainda é, mas é possível trabalhar com outras distâncias focais. Quanto mais lentes de qualidade você tiver, mais fácil se tornará seu trabalho!

Como você vai usar essas lentes, fica por conta um pouco do tipo de fotógrafo que você é. Muitos optam por trabalhar com duas câmeras, cada uma com uma lente que se complementa, assim você garante a qualidade de todos os ângulos, sem arriscar perder nada enquanto estaria trocando de lente.

Dentro da minha experiência, ficou claro pra mim que existem equipamentos vitais para realização de um bom trabalho, mas vários outros são mais para o conforto do fotógrafo do que necessariamente condição básica para trabalhar.

Por exemplo, é possível fotografar um casamento com uma lente 28-135mm, não é a lente ideal e provavelmente você sentirá dificuldade pela falta de um ângulo aberto que possa enquadrar toda uma igreja, por exemplo. Neste caso você precisa avaliar o tamanho do casamento, literalmente o tamanho do lugar e principalmente custo x benefício. Eu acredito que todos os investimentos necessários para este tipo de fotografia, investir em lentes de qualidades, vale muito a pena, mas desde que você esteja realmente precisando.

Baterias e pilhas extras

Pilhas-e-baterias-Equipamentos-e-acessórios-para-fotografar-casamentos

Como serão feitas muitas fotos por diversas horas, jamais esqueça de levar baterias e pilhas extras. São necessárias pelo menos duas baterias e 2  jogos de pilhas de qualidade sobressalentes para o flash. Esteja prevenido!

Aqui entra uma observação, as câmeras profissionais possuem baterias que duram absurdamente! Apesar de ainda ser de praxe trabalhar com 2 baterias, você verá que em muitos casos não usará a segunda.

Já no caso das pilhas, as recarregáveis, claro, quanto maior a sua amperagem, medida por mAh, mais duram. Eu tenho 16 pilhas da Lenmar R2G (2150mAh) que nunca me deixaram na mão!

Outro investimento que valeu cada centavo, foi o carregador de pilhas BC-700 da La Crosse Technology , ele tem várias características e possibilidades de carregamento que são vitais pra quem está sempre usando muitas pilhas, a principal dela é você poder visualmente identificar a carga de cada uma e carregá-las somente o que precisa, além de funções como zerar a pilha e recarregar vários ciclos, aumentando assim a vida útil delas, ou seja, um “canivete suíço”  das pilhas.

Você também pode considerar a compra de um “Battery Pack” para o modelo do seu flash, este daí é para o SB900 da Nikon, e como o nome sugere, ele é um equipamento que fica com mais pilhas reservas e é conectado ao seu flash, não necessitando a troca durante o evento.

Bolsa

Acomode seu equipamento e seus acessórios em bolsas de qualidade, resistentes e seguras. São fundamentais para que nenhum equipamento se perca durante o evento todo e também para facilitar a guarda e troca de acessórios. Acomode nela tudo o que precisar, além do contrato firmado com os noivos e um bloco de anotações, caso tenha sido recomendada alguma situação específica de foto pelos contratantes.

Fique muito atento aonde você deixará seu equipamento, sempre converse com alguém responsável pela igreja ou evento e certifique-se que sua bolsa ficará segura. Muitas vezes não é possível guardar em nenhum lugar, ficando no fundo da igreja em cima de algum banco, ou em uma sala que não tem chave, por isso só leve o essencial e mantenha seu equipamento devidamente segurado.

Câmera de qualidade

Você não precisa ter um equipamento caríssimo, top de linha e dos mais modernos, mas precisa de câmeras de marcas confiáveis e que façam um bom trabalho. É muito difícil falar em fotografia profissional de casamentos e não pensar em CANON e NIKON. São empresas sérias e que você sabe que desenvolvem equipamentos de qualidade. Invista de acordo com seu conhecimento técnico e o mercado que pretende atuar, se não fizer ideia de como um buscar um modelo, este artigo “Nikon ou Canon? Câmera profissional, ou semi profissional? Aprenda a decidir você mesmo!” pode te ajudar. E se não souber fotografar no modo manual, ou tiver dificuldades com fotometria, meu ebook, pode resolver isso pra você 😉

Tripés

São essenciais para fazer fotos usando baixa velocidade do obturador e também para fotografar grupos. Dessa forma, você fará uma abertura estreita e garantirá que todos sairão na foto. Você pode, inclusive, utilizar um controle remoto para disparar a fotografia, sem necessidade de apertar o botão do obturador.

O tripé também é fundamental se você fizer fotos dos noivos à noite, em áreas externas. Para isso, precisará desligar o flash embutido e acomodar a câmera em um tripé.

Utilizando um tripé para fazer fotos internas, você terá a certeza de que as fotos não sairão tremidas.

Claro que nem em todas as situações será possível usá-lo, e dependendo da dinâmica do casamento, eu diria até impossível, mas usei muitas vezes, com sucesso, um monopé, que é mais leve e fácil de carregar.

E se realmente não for possível usá-lo, certifique-se de estar com um bom flash.

Vários corpos de câmera

corpos-de-cameras-Equipamentos-e-acessórios-para-fotografar-casamentos

Como garantia, é recomendável que você leve um segundo corpo de câmera, caso um deles pare de funcionar por algum motivo. Outra justificativa para mais corpos de câmera é que você pode colocá-los em volta do pescoço, alternando as lentes sem precisar de trocar as câmeras, como dissemos mais acima, pois cada uma ficaria uma lente específica. Neste caso, eu indico você a investir em correias confortáveis, porque dependendo do peso da câmera, elas poder fazer pequenos cortes no pescoço.

Revisão nos equipamentos

Antes do casamento, de preferência uns dias antes, faça uma revisão em seus acessórios e equipamentos e garanta que tudo esteja em perfeito funcionamento. Mesmo assim, não se arrisque e leve tudo sobressalente, afinal, estamos nos referindo a um evento importante e que não deverá se repetir…

Mantenha um kit de sobrevivência

kit-sobrevivência-Equipamentos-e-acessórios-para-fotografar-casamentos

O nome que coloquei aqui pode até ser engraçado, mas é mais ou menos isso o que você deverá preparar: um estojo com objetos que garantirão a sua sobrevivência durante o casamento. Tenha sempre à mão uma nécessaire ou um estojo, com dinheiro, documentos, água e barra de cereais. Isso porque enquanto os outros comem e bebem, você precisará fotografar tudo e não terá muito tempo para cuidar de si. Além do mais, você chegará na cerimônia em torno de duas horas antes do início. Coma bem, beba líquidos, esteja bem descansado, porque você trabalhará muito, dependendo do tamanho dos casamentos que atuará, seu trabalho poderá ser de 10 a 14 horas!

Espero que depois destes dois artigos, você se sinta mais preparado para fotografar casamentos.

Lembre-se de baixar nosso BÔNUS “Checklist Fotografias de casamento” com 70 sugestões de fotos que não podem faltar no seu evento.

E se tiver alguma dica para acrescentar ao que foi dito, ou alguma dúvida, compartilhe com a gente nos comentários!

        Hasta!

Assinatura Simxer - Autora do Foto Dicas Brasil

Como descobrir a abertura mais nítida da sua lente

Como descobrir a abertura mais nítida da sua lente

Continuando no assunto nitidez de fotografias e, conforme prometido no artigo “10 segredos para fotos mais nítidas, falaremos sobre como descobrir a abertura mais nítida de sua lente. Você irá aprender a fazer um teste e saberá exatamente qual valor de abertura configurar para ter a nitidez máxima. Vamos lá?

Abertura mais nítida

Também é conhecida como “sweet spot”, isso porque cada lente tem um valor máximo de nitidez e, em algum ponto desses valores, a nitidez é maior. Normalmente esse valor fica em um ou dois números depois da abertura máxima. Por exemplo, se uma lente tem abertura máxima de f/2. 8, a melhor abertura ficará em torno de f/5.6, podendo chegar até f/8.

Mas, não dá para generalizar, o ideal é que você faça o teste para saber qual a abertura mais nítida de sua lente. Todos sabemos que quanto menor a abertura do diafragma (números altos, como f/8 ou mais), maior a profundidade de campo e, consequentemente, maior o foco, gerando fotos mais nítidas. Mas, qual o valor ideal de abertura, ou seja, quanto deixar aberto para ter fotos com nitidez?

Fazendo o teste

Faremos uma fotografia com os segredos do artigo “10 segredos para fotos mais nítidas”, para garantir uma boa nitidez e para descobrir a abertura ideal. Então, use tripé ou apoio para a câmera, disparo automático ou temporizador e ISO baixo. Mire alguma parte no assunto e faça a fotografia, tendo como foco esse ponto em que você mirou. Serão necessárias várias fotos com diferentes aberturas para você comparar qual delas é mais nítida, muitas vezes é bem visível a diferença e algumas vezes não é!

Seu olhar vai mudando conforme você vai ganhando prática, muitas vezes alguns detalhes são imperceptíveis quando se está iniciando na fotografia, mas com o passar dos anos isso vai ficando muito mais tranquilo. Se você ainda não consegue ver muito bem a diferença, não se preocupe, basta continuar fotografando bastante, que um dia verá!

Exemplo prático

Mais uma forma de saber, agora dando um exemplo bem prático: A fotografia de um jornal, fica mais fácil de identificar o foco quando se tem letras para a comparação. Configure sua câmera para o modo Prioridade de abertura, assim se você não tiver muita prática, ou não tiver o meu ebook 😉 você só precisará se preocupar em alterar as aberturas, e a câmera irá mudar a velocidade pra que você tenha a fotometria correta. Agora, apoie – a em um tripé ou em uma superfície plana e faça o foco em alguma palavra, ou frase do jornal. Você irá fazer várias fotos, como explicamos acima, com diferentes aberturas, algumas maiores e outras menores e, ao final, fará a comparação de preferência no computador e visualizando a imagem em 100%. Não existe nenhum milagre, é tudo feito pela comparação mesmo.

Meu teste

Eu usei um tripé, um jornal devidamente colado na parede com fita durex, coloquei minha câmera a uma distância mínima que ela conseguisse focar (dependendo da lente, a proximidade não permite o foco e você fica até achando que o botão do disparador tá com defeito 🙂 e neste caso, basta se distanciar. Não usei flash, desliguei o VR da minha lente, e coloquei os pontos AF (aqueles pontinhos, normalmente vermelhos, que piscam quando você foca), no automático. E também coloquei o temporizador da minha câmera para 2segundos.

Eu fiz o teste com uma lente 28-135mm, e se sua lente também for zoom, o ideal é que você teste todos os comprimentos focais em todas as aberturas. Se não tiver familiarizado com o termo “comprimento focal”, fique tranquilo, é que toda vez que você gira sua lente, ela se aproxima fisicamente do que quer fotografar, e cada aproximação é uma distância focal diferente, medidas em milímetros.

É simples, durante o teste, coloque sua lente sem zoom nenhum e fotografe nas condições já  explicadas, em todas as aberturas. Depois gire um pouco sua lente e refaça o teste. Uma dica rápida é colocar alguma coisa na frente da câmera quando for mudar de teste, pode ser até sua mão. Eu por exemplo, testeis duas lentes, e entre elas, fotografei minha mão, assim fica mais fácil na hora de ver no computador onde começa cada lente 🙂

Eu sei que você está pensando, tem o EXIF que te mostra, mas acredite, quebra um galho, quando você se depara com aquela quantidade de fotos “iguais”, ter algo sinalizando onde começa e onde termina… E por falar em EXIF, você precisará dele pra entender o resultado, aqui você pode ler mais sobre este recurso.

E este é o resultado, postei aqui somente algumas fotos pra você entender melhor do que estou falando.

f3.5---Como-descobrir-a-abertura-mais-nítida-de-sua-lente

f5---Como-descobrir-a-abertura-mais-nítida-de-sua-lente

f13---Como-descobrir-a-abertura-mais-nítida-de-sua-lente

Neste caso, as aberturas: f/3.5, f5.0 e f/13, e no meu caso a abertura f5.0 foi a mais nítida.

Várias lentes

Se você possuir várias lentes, não tem jeito, terá que fazer o teste com todas elas. Como dissemos, as lentes das câmeras se comportam de maneiras diferentes e você terá que saber a abertura ideal para atingir a nitidez máxima em cada uma delas. Só será preciso fazer o teste uma vez para cada lente.

Valor médio

Como parâmetro, mais ou menos o valor máximo de nitidez está entre os máximos e os mínimos de abertura, ou seja, sua câmera atingirá a nitidez máxima quando estiver meio fechada e meio aberta. Se os valores de lentes são de f/2.8 a f/22, você irá pegar o valor que fica mais ou menos na metade e ele será a nitidez máxima. Um fotógrafo precisa investir tempo e paciência em sua profissão. Vale a pena!

CANON

O site The Digital Picture tem uma ferramenta muito legal onde ele testou várias lentes. Você pode escolher entre algumas câmeras da CANON, não só a abertura, mas a distância focal também, então se tiver uma das lentes disponíveis lá, vale a pena dar uma olhada ou para comparar com seu teste, ou para ver o resultado da sua lente se você não tiver condições de fazer você mesmo o teste.

Uma grande vantagem do site é que os testes foram feitos com métodos mais “rigorosos”, usando a tabela I3A/ISO (Camera Resolution Chart) que seguem as normas do ISO-12233 para medidas de resolução.

Chart-ISO-I3A---ISO----Como-descobrir-a-abertura-mais-nítida-de-sua-lente

Eu cheguei a achar uma tabela para compra a U$200.00, mas não estava disponível em estoque, por isso não coloquei o link aqui.

E não consegui descobrir um site que fizesse o mesmo tipo de teste, e da mesma maneira, para lentes NIKON, se você souber, não deixe de compartilhar nos comentários que terei imenso prazer em fazer o update do artigo.

Conclusão

Como sempre digo, quanto mais você conhece seu equipamento, mais segurança terá em fotografar.

Se você está iniciando na fotografia profissional, deve considerar em fazer alguns testes e se aprofundar neste tipo de conhecimento, nitidez, apesar de ser importante sempre, quando tratamos com clientes é algo que devemos nos preocupar como profissionais. Se você só fotografa por hobby, talvez não precise de tantos testes, mas te garanto que também terá um olhar diferente sobre seu equipamento quando descobrir essas nuances.

Além de eu saber qual a abertura mais nítida das minhas lentes e poder lançar mão disso quando necessário, foi justamente em um teste deste tipo que, quando iniciei na fotografia, descobri que uma das minhas lentes tinha vindo com defeito de fabricação. Dá pra imaginar uma iniciante com uma lente que está com problemas de foco?? Eu achava que era EU o problema, fiquei imensamente feliz quando pude dividir o problema com minha lente!

Talvez você esteja passando pelo mesmo 😉

E você, já realizou algum teste deste tipo, funcionou pra você, tem alguma dica de como fazer isso de maneira mais simples ou segura? Compartilhe com a gente!

      Até a próxima!

Assinatura Simxer - Autora do Foto Dicas Brasil

lentes da câmera fotográfica, como cuidar?

lentes da câmera fotográfica, como cuidar?

A principal dica é… Prevenção! Preven, o quê?

Eu sei, eu sei, eu tenho que me preocupar com a cena, com a fotometria, com a arte, com o resultado e ainda com o equipamento?

Bom, sem ele, nada disso vai fazer sentido, então, sim, é muito importante que você tenha cuidado com seu equipamento, normalmente eles são bem resistentes, mas sempre precisa de uma atenção especial e hoje vou falar dos principais cuidados com as lentes das câmeras fotográficas.

A tecnologia digital desenvolve-se mais rápido do que imaginamos, mas algumas coisas precisam ser feitas sempre, independente do tempo e do avanço das novas tecnologias. Entre elas a limpeza e manutenção de determinados itens como as telas touchscreen e as lentes das câmeras fotográficas.

Essas novas tecnologias exigem maior cuidado e o desenvolvimento de novas técnicas de limpeza. No caso das lentes fotográficas, apesar das diversas formas de limpeza, algumas funcionais e outras nem tanto, podendo até prejudicar nosso equipamento.

Para evitar que isso ocorra, existem várias dicas, então vamos ver como prosseguir corretamente nessa importante tarefa. Afinal de contas, a lente é e sempre será uma das mais importantes e caras partes de uma câmera e por isso merece todo o cuidado do mundo, e dependendo do modelo, pode ser praticamente um ente da família 🙂

Então mãos à obra!

Dicas para limpar as lentes da câmera fotográfica

Faça uma limpeza inicial leve nas suas lentes

Primeiro procure retirar as sujeiras mais leves antes de começar a limpeza da sujeira pesada. Como por exemplo, marcas de dedos e gordura. É necessário remover as partículas de sujeira, pó, areia, entre outras, antes de começar a remover as manchas.

Eu adoro aquelas flanelinhas sintéticas da 3M, mas tem que ter cuidado também com elas, pra não arranhar com algum tipo de grão. E você pensa que eu estou exagerando? Já vi um amigo apoiando a lente na areia da praia, quando perguntei se ele não se importava de arranhá-la, ele me respondeu que pelo preço que pagou, ela tem que ser resistente… eu sei que você JAMAIS faria algo igual, só comentei isso aí pra gente poder contextualizar as possibilidades de acidentes 🙂

Bom, nessa limpeza prévia você pode usar um desses pincéis que as mulheres usam para se maquiar. Dê preferência às cerdas realmente macias e finas, para não “machucarem” a lente, se você não faz ideia do que estou falando, peça a uma mulher pra emprestar um pincel de blush e pergunte o preço, se ele regular com a sua lente, ele é bom! Pode ser um mais barato, mas precisa ser de qualidade.

Dicas para limpar as lentes da câmera fotográfica

Depois prossiga com um pano em microfibra a seco (sim pode ser o 3M). Também é possível usar alguma solução de limpeza específica, mas a escolha requer muito cuidado e deve ser comprada em loja especializada e não em supermercado. Mas invista primeiro com o pano seco.

E Se não quiser passar o pano seco, use uma bomba de ar de leve pressão ou assopre, mas cuidado com a saliva, pode estragar a lente, e nesse caso estou me referindo à parte de trás da lente, que fica os contatos. Mas ela é tão sensível assim? Não, mas saliva definitivamente não é ideal para limpeza e pelo sim, pelo não…  mesmo com uma bomba de ar assopre de leve e confira antes do pano, pois se houver algum material mole, ele pode se espalhar com o pano pela lente.Dicas para limpar as lentes da câmera fotográfica

Enquanto escrevo, minha mente vai visitando casos que presenciei, tipo de um amigo com um super equipamento e uma das lentes mais caras que já vi, simplesmente sem proteção das suas respectivas capas dentro do case, e a minha surpresa só iria aumentar quando vi que ele acondicionou cuidadosamente uma coxinha dentro do case…

Voltando, com o pano faça movimentos circulares e constantes. Sempre com pouca força para não danificar a lente. Repita o processo várias vezes com pausa para verificar o andamento e se não há nenhum resido perigoso para a saúde da lente. Abane o pano antes de cada repetição.

No trato com as lentes DSLR não se esqueça de limpar a parte traseira também. Embora não fique exposta, vale o cuidado. Sempre é uma boa pedida usar filtros UV para proteger a parte da frente.

Ah, eu disse já que você precisa estar com as mãos limpas? Se não disse antes, digo agora, aliás, muito limpas.

Líquidos

Dicas para limpar as lentes da câmera fotográfica

Existem diversos métodos que requerem a utilização de produtos, mas muitos deles danificam a lente ao invés de limpá-la corretamente. É o caso da maior parte das sugestões caseiras de materiais líquidos, como fluido de limpeza de lentes de óculos, álcool isopropílico ou limpa vidros.

Só lembrando que Coca-Cola corrói metal, também não entra na lista de produtos a usar.

E como já foi dito acima, você deve comprar seus produtos de limpeza de lentes em uma loja especializada de fabricantes conhecidos e confiáveis e consultar um especialista se não souber qual comprar.

Lembre-se sempre de que nem tudo feito para limpar vidros de janelas, por exemplo, serve para limpar uma lente de câmera fotográfica, mas algumas pessoas insistem nessa tentativa. É preciso lembrar que a composição desses produtos, pode conter substâncias danosas para sua câmera, até no geral. É o caso de alguns desses produtos que utilizam silicone na fórmula ou álcool comum, que são extremamente prejudiciais à superfície da lente.

Entre os produtos recomendados, o mais controverso é o álcool isopropílico. Alguns dizem que ele funciona perfeitamente, mas ele demora mais para evaporar e pode manchar a lente.

Eu confesso que eu usava, há milhões de anos quando existia vídeo cassete de 7 cabeças, álcool isopropílico pra limpar os cabeçotes, mas um dia ele acabou e eu limpei durante pouco tempo com álcool comum (tipo tubarão mesmo), e funcionou… Também por pouco tempo, os cabeçotes morreram e desde então meu respeito pelo álcool isopropílico aumentou.

Mas o ideal é limpar a lente com soluções próprias para isso, São soluções mais caras, evidentemente, mas funcionam e você pode ter a convicção de que não irão estragar a lente. Opte por elas sempre, pois o dinheiro gasto nunca será maior do que em investir em uma lente nova por conta de um produto comprado indevidamente.

Dito tudo isso, bom, quem nunca no meio da cobertura de um evento descobriu que acidentalmente meteu o dedo engordurado na lente? Ou aquele sobrinho que só sossegou quando você o deixou ver a foto dele, mas segurando a câmera e engordurando sua preciosa lente? Nesse caso se você não pode parar de fotografar de jeito nenhum, pegue um pano macio ou um guardanapo e passe de-li-ca-da-men-te para tentar resolver, não vale guardanapo de boteco (que arranha a boca), nem a própria camisa daquele pano que é de última geração, aquele que esquenta no inverno e refresca no verão, porque sabe-se lá do que ele é feito, algodão 100% ainda é o mais seguro.

Apesar da minha vocação pra “professor pardal” em abrir tudo que dá defeito, com meu equipamento eu só trabalho com gente indicada e especializada!

Se por acaso sua lente apresentar sujeira dentro dela, ou até mofo, mande pra autorizada.

Eu moro no Rio e quando preciso, mando minhas lentes CANON para a autorizada em São Paulo a  NAMBA, e no caso da NIKON a T.TANAKA.

Dicas para limpar as lentes da câmera fotográfica

Com essas dicas você sempre terá sua lente em ótimo estado, menos o meu amigo fotógrafo Carlos Tavares que apesar de muito cuidadoso, um dia colocou sua câmera profissional, durante a cobertura de um evento, em cima de uma mesa e esqueceu completamente que estava com o flash externo conectado a uma bateria extra no seu bolso (aquelas que ficam com mais 4 ou 8 pilhas e se conecta ao flash por um cabo), de repente ele se levantou correndo e viu sua câmera passar na sua frente e estraçalhar sua lente no chão… É, contra esse tipo de dano, não conheço produtos indicados.

Se você conhece algum lugar confiável na sua cidade, ou algum método, técnica, produto ou até mesmo simpatia, compartilha com a gente!!!

     Até a próxima!

Assinatura Simxer - Autora do Foto Dicas Brasil