Dicas Para Usar Luz Natural em Fotografia Still

Dicas Para Usar Luz Natural em Fotografia Still

A fotografia Still também pode ser considerada uma expressão artística, além do seu objetivo principal de ser fotografia de produto,  e neste artigo que eu traduzi pra você da fotógrafa americana Mandi Johnson, trago um dos elementos mais importantes para excelentes resultados: A luz!

Mesmo com as suas fotos e esquemas utilizando comidas, tenha em mente que isso poderá ser reproduzidos para muuitos tipos de fotos! Espero que goste!

DICAS PARA USAR LUZ NATURAL EM FOTOGRAFIA STILL

 

©MANDI JOHNSON

Usar a luz pode ser o aspecto mais desafiador da fotografia. Então você tem uma janela? Bem, o que você faz com isso agora? Como você direciona a luz, muda drasticamente o humor de suas fotos. Mas adivinhe só? Você não precisa de nenhum equipamento chique para fazer isso! Vamos falar sobre meus três estilos favoritos de iluminação para fotografia still e como você pode recriar estes visuais em sua própria casa.

DIFUSÃO DA LUZ

Por favor, note que para cada uma dessas configurações você precisará usar painéis completamente brancos (Rebatedores) ou adesivos em suas janelas para difundir e rebater a luz. Se você estiver fotografando em um dia nublado, isto pode não ser necessário.

ILUMINAÇÃO DRAMÁTICA

A foto acima é um exemplo de “chiaroscuro” na fotografia. Tradicionalmente é uma técnica de pintura usada principalmente por artistas da Renascença como Rembrandt, é o contraste dramático de luz e sombras em uma imagem. O que quer que esteja iluminado na imagem se torna o ponto focal, destacado pela escuridão ao redor. Esta técnica de iluminação cria vinhetas ricas e melancólicas.

©MANDI JOHNSON

A cena acima foi cuidadosamente preparada para direcionar luz para o lado do meu motivo, enquanto mantinha os itens do plano de fundo nas sombras.

Para criar este visual, você precisará de tábuas escuras e provavelmente fita adesiva, você precisar bloquear parte da luz que entra pela janela. Para o meu pano de fundo, eu usei uma lousa (quadro) preto, embora a textura dele não possa ser vista porque eu não permiti que entrasse luz o suficiente para mostrá-lo. Minha Black Flag (bandeira negra*) é um pedaço de espuma preta, e para o meu chão eu usei tábuas de madeira com textura. Se você quiser um contraste ainda mais escuro para destacar seu motivo, você pode tentar usar um chão preto, como uma lousa preta, madeira escura ou um pano preto.

*Uma  “Black Flag” – bandeira negra – é apenas algo escuro para absorver/bloquear a luz. Bandeiras negras são úteis para sombrear a câmera e porções de um motivo e também são excelentes ferramentas para criar sombras dramáticas.

©MANDI JOHNSON

Prepare sua composição conforme mostrado no diagrama acima, configurando seu pano de fundo e sua bandeira negra com itens pesados encontrados em sua casa, como latas de tinta ou baldes. A bandeira negra que você usar pode ser qualquer objeto escuro, como um pedaço de espuma preta, uma tábua coberta com pano preto, ou uma verdadeira bandeira negra desmontável feita para usar na fotografia. É importante que o que quer que você use para isto não seja refletivo, porque nós queremos absorver a luz, e não refleti-la de volta para o motivo.

O objetivo principal em sua composição deve ser controlar rigidamente a luz. Garanta que o plano de fundo fique coberto em sombras e que o seu objeto esteja levemente dentro do alcance da luz da janela. Um contraste extra pode ser criado pendurando uma bandeira negra (como um papelão preto) para evitar que a luz atinja o primeiro plano do chão em frente do motivo.

©MANDI JOHNSON

Veja esse drama! Eu acho que estas cenas melancólicas são perfeitas para esta época do ano, quando suéteres aconchegantes e vinho quente estão próximos de nossos corações.

©MANDI JOHNSON

ILUMINAÇÃO BRILHANTE E ETÉREA

A estilização brilhante e aerada é uma tendência na fotografia de produtos e comidas. O uso de branco, muita luz e acessórios escassos trazem uma sensação nova e refrescante à imagem. Este estilo de fotografia é essencial para muitos fotógrafos de comida, mas funciona bem principalmente com receitas de verão.

©MANDI JOHNSON

Esta configuração com iluminação de fundo é maravilhosa para criar interesse, enquanto destaques generosos são criados pela luz que vem de cima e ao redor de seu motivo iluminado por trás. Esta também é a maneira mais fácil de criar um plano de fundo sem nenhuma sombra atrás de seu motivo.

Para criar este tipo de imagem cheia de luz, você precisará de um chão branco e algumas peças grandes de espuma branca. Para o meu chão, eu usei tábuas pintadas de branco para dar mais interesse à imagem, ao invés de usar uma superfície branca lisa, como uma espuma branca ou madeira compensada pintada. Você pode criar textura com um chão branco adicionando outros elementos brancos, como toalhas de pesa em camadas, papel branco amassado, renda ou qualquer coisa que você possa imaginar. Apenas deixe seu chão predominantemente branco para trazer o máximo possível de luz à sua imagem.

©MANDI JOHNSON

Prepare sua configuração conforme mostrado no diagrama acima, com seu motivo na frente da janela, inclinado levemente para ajudar a luz a vir em um certo ângulo, ao invés de diretamente por trás do motivo. Use espuma branca ou rebatedores desmontáveis para refletir a luz da janela de volta para a frente do motivo. Sem os rebatedores, seu motivo ficará perdido com a luz explosiva que vem da janela. Rebatedores maiores darão a melhor luz difusa na frente de seu motivo, mas para fotos com close, segurar pedaços de papelão branco pode ser o suficiente para iluminar adequadamente a frente de seu motivo.

©MANDI JOHNSON

Esta configuração brilhante fornecerá sombras limitadas e muita luz. O interesse é criado pela quantidade de destaques conseguida pela iluminação de fundo da janela. Tão aerado e refrescante né? Isso me faz querer limpar minha casa toda! Mais ou menos 😉

©MANDI JOHNSON

ILUMINAÇÃO UNIFORME

Ainda está escolhendo seu estilo para fotografar em locais fechados? A iluminação uniforme é um bom lugar para começar quando você estiver tentando tirar fotos consistentes e de qualidade. Tudo se trata de meios termos, considerando sua flexibilidade com panos de fundo, cores e acessórios de estilização. Eu considero este estilo de iluminação a “baunilha” do mundo da fotografia, mas comum , não é algo necessariamente ruim!

©MANDI JOHNSON

Para criar uma imagem iluminada uniformemente, você deve preparar uma caixa de luz improvisada perto de sua janela. Para fazer isso, tudo o que você precisa é de dois pedaços grandes de papelão branco (ou um rebatedor branco desmontável). Se você não quiser um plano de fundo branco, então você só precisará de um pedaço de espuma e qualquer material de plano de fundo que você quiser.

©MANDI JOHNSON

Para conseguir uma imagem iluminada uniformemente com aparência natural, você deve posicionar o rebatedor branco paralelamente à sua janela, o mais próximo possível de seu motivo, sem que o rebatedor invada sua imagem. Isto irá refletir a luz da janela para que você consiga luz dos dois lados do motivo, com a luz da janela sendo um pouco mais forte do que a luz refletida pelo rebatedor. Isto fornecerá sombras suaves do lado do rebatedor da imagem.

Para uniformizar ainda mais a iluminação, eu gosto de usar um pano de fundo branco para refletir a luz de volta para o motivo. Isto não é necessário, embora seja minha preferência pessoal. Você pode tirar o pano de fundo se quiser mostrar sua casa na imagem, ou usar um pano de fundo com tom médio e alguma textura, como uma tábua coberta com tecido, ou até mesmo papel de parede. Quanto mais longe o pano de fundo estiver de seu objeto, menos sombras você terá nele. Você também pode inclinar o pano de fundo para que o topo dele se incline um pouco para trás, ajudando a reduzir as sombras rebatendo para cima, além de para frente.

©MANDI JOHNSON – Com Rebatedor Branco e Sem Rebatedor Branco

Você pode adaptar este estilo de iluminação uniforme removendo o rebatedor branco para deixar sombras mais pronunciadas, criando um pouco de drama (veja a imagem acima à direita). Para ainda mais drama, você pode colocar uma bandeira negra para criar sombras ainda mais intensas. Não se preocupe – a menos que você realmente bloqueie a luz  para atingir parte de seu motivo, você não conseguirá o alto nível de drama da imagem que eu mostrei no início desta postagem com o estilo de iluminação claroscuro.

NOTA: Lembre-se de difundir a luz que vem da sua janela com lençóis completamente brancos ou adesivos. Se você não difundir a luz em um dia ensolarado, ela será muito mais forte do que a iluminação mostrada nas imagens acima, mas – isto pode não ser algo ruim! Por que não experimentar com o drama intenso criado pela luz não filtrada, como esta receita de Martini incrivelmente fotografada?

Quaisquer que sejam seus objetivos com a fotografia, uma coisa é verdade para todos nós: Quanto mais você praticar, melhor você será!

Gostou? Se sim, compartilhe com seus amigos!

Até breve e vamos juntos…

Artigo Original

 

A importância da Direção da Luz em Suas Fotos

A importância da Direção da Luz em Suas Fotos

Hoje vamos a mais uma lição sobre as competências fundamentais da luz!

Nós vimos sobre a qualidade dela no artigo “Qualidade da luz na fotografia” e agora vamos entender melhor o que os diferente ângulos ou direções podem trazer de resultado efetivo para nossas fotos.

Você já sabe que o primeiro passo é dominar a fotometria, porque somente com esse controle será possível também controlar os nossos resultados de maneira consistente. Mas a luz tem muitas outras características fundamentais que podemos trabalhar em nossa fotografia: Direção, qualidade, intensidade e cor.

Neste artigo do Photography Concentrate, vamos estudar sobre a Direção da Luz.

Porque a Direção da Luz Importa?

Não é nenhum grande segredo que a luz pode vir de direções diferentes. Mas como é que isso realmente afeta a nossa foto?

Aqui está a grande ideia: A direção da luz determina onde haverá os realces, meios-tons e sombras na sua imagem, e as diferentes tonalidades dará a sua foto, e os objetos nela,  diferentes aparências.

A luz pode vir de qualquer direção, e os termos mais comuns usados ​​para descrever a direção da luz incluem iluminação lateral, iluminação frontal, iluminação superior, e iluminação de fundo (também chamada de contraluz).

DirecaodaLuz1

Dê uma boa olhada nessas imagens acima. Como pode perceber, mudando apenas a direção da luz, os tons mudam drasticamente, tanto em sua proporção como na localização. Este conceito simples vai abrir todos os tipos de portas em sua fotografia, então vamos cavar um pouco mais fundo!

Lateral, Frontal, Superior e Contraluz

Cada direção da luz tem qualidades diferentes, e pode afetar a aparência de uma imagem de formas também diferentes. Vamos a um resumo de cada tipo.

Iluminação Lateral

Esta iluminação acontece quando a fonte de luz principal vem de um dos lados do seu motivo ou assunto. Ela produz uma mistura dos destaques e das sombras, ambos ajudam a enfatizar a profundidade e a textura da foto.

DirecaodaLuz2

Iluminação frontal

Acontece quando a principal fonte de luz vem de trás da sua câmera (ou da própria câmera) e ilumina a frente do assunto. Aqui você vai descobrir que as imagens parecem ‘achatadas’ um pouco. Isso ocorre porque as sombras ficam atrás dos objetos, e assim não transmitem informações sobre a profundidade, prejudicando o resultado. E é justamente este tipo de luz que você vai ter quando você usa o flash de sua câmera, principalmente se ele for um flash embutido ou incorporado, também conhecido como pop-up.

DirecaodaLuz3

Iluminação superior

Iluminação superior é quando a principal fonte de luz está vindo de cima do assunto. Você vai ver este tipo de iluminação, muitas vezes, tanto no interior de lugares fechado, quando as luzes estão no teto, e fora quando o sol está alto no céu.

DICA: iluminação superior tende a produzir sombras que não bonitas e muitas vezes modificam as feições dos rostos, por isso, evite este tipo de luz em retratos! Você sempre pode contar com rebatedores para direcionar a luz natural, ou rebater a luz artificial do flash.

DirecaodaLuz4

Iluminação traseira

Com iluminação traseira ou contraluz, como o nome já diz, a luz vem de trás do assunto. Este é um tipo complicado, mas muito útil, de iluminação para fotografar. Você pode usá-la para criar silhuetas, ou adicionar o flare a sua foto!

DirecaodaLuz5

Direção e Retratos

Uma das formas mais dramáticas para ver como a direção muda a aparência de um objeto é com um retrato. Então, aqui estão alguns exemplos rápidos, onde apenas mudei a direção da luz no rosto do modelo. Lembre-se de dar uma olhada nos tons em cada um, e ver como a direção da luz muda a colocação e a proporção dos destaques, meios-tons e sombras.

DirecaodaLuztipos1

DirecaodaLuztipos2

Percebe o enorme impacto que a direção da luz tem sobre a aparência do rosto do modelo? Ele não só muda a forma, como grande parte de seu rosto que você pode ver. Como dependendo da luz, algumas características são mais proeminentes, isso também afeta o “estado de espírito” captado por cada direção!

Dicas Para as Direções de Luz

Verifique as sombras

Assim como com a qualidade da luz, as sombras em uma cena podem ajudar a determinar a direção que a luz está vindo. Então olhe para ver de que maneira as sombras estão sendo projetadas, isso vai lhe dar uma noção de onde a luz está vindo. Note que a luz muitas vezes vem de múltiplas direções, assim você terá várias sombras para decifrar!

Olhe para os tons

Dê uma olhada em sua cena e avalie os tons. Você gosta da maneira como eles aparecem? São as sombras adicionando interesse em sua foto, ou prejudicando o que você quer passar? Lembre-se que as diferentes direções de luz irão mudar a forma como os tons aparecem, por isso, se você não gostar deles, você pode tentar uma direção diferente!

Mova-se!

Se você decidir que quer mudar a direção da luz, você pode mover a fonte de luz, ou simplesmente: Mover-se! Às vezes, apenas alguns passos já vão lhe dar uma direção totalmente diferente para trabalhar.

DICA: Altere apenas uma variável ou outra – não as duas ao mesmo tempo, ou seja, ou a direção ou a sua posição. Caso contrário, será mais complicado descobrir exatamente como seus ajustes vão afetar a sua imagem!

Use uma janela

Se você deseja praticar a direção da luz, uma janela é realmente uma ótima maneira de se começar. Você pode obter milhões de variedades apenas andando em torno do seu assunto. Veja se você também consegue obter a luz de lado, atrás e na frente, todas da mesma janela!

DirecaodaLuz6

Esse artigo é originalmente da fotógrafa Laura Lim, fiz as interferências que achei necessário. Ele faz parte de uma pequena série sobre a luz que trarei aqui pro Foto Dicas Brasil e que começou com o artigo: “Qualidade da luz na fotografia“.

Eu acredito que a direção da luz seja um dos elementos mais importantes para conseguir resultados diferentes, essa ideia de observar as sombras é sensacional, uma vez que você se acostuma com isso, é capaz de identificar rapidamente como aquela foto foi feita e isso te abre um mundo de possibilidades, porque você vai poder reproduzir a luz de fotos que você gostou de outros fotógrafos. Esta definitivamente é uma habilidade que irá ajudá-lo a se transformar em um fotógrafo melhor!

Anos atrás, o fotógrafo Ted Sabarese teve a divertida ideia de criar um Tumblr só para mostrar (com diagramas de luz desenhados por ele) qual a composição de luz para obter uma determinada imagem. E vale dizer que o nível de adivinhação vai além, já que ele também “chuta” qual câmera foi usada, lentes e muitos outros detalhes técnicos. Ele mesmo assume que muitas das suas adivinhações podem estar erradas. Embora seja inegável um apuro estético no “chutômetro”,  graças ao nível de detalhamento.

Trouxe alguns exemplos que podem inspirá-lo também a estudar as direções de luz.

Ted-Sabarese1Foto

Ted-Sabarese1Esquema

Ted-Sabarese2Foto

Ted-Sabarese2Esquema

Ted-Sabarese3Foto

Ted-Sabarese3Esquema

Ted-Sabarese4Esquema

Ted-Sabarese5Foto

Ted-Sabarese5Esquema

Ted-Sabarese6Foto

Ted-Sabarese6Esquema

Ted-Sabarese7Foto

Ted-Sabarese7Esquema

Ted-Sabarese8Foto

Ted-Sabarese8Esquema

Ted-Sabarese9Foto

Ted-Sabarese9Esquema

Ted-Sabarese10Foto

Ted-Sabarese10Esquema

Última Dica

E por último, deixo você com o vídeo “Sparkles and Wine” onde você vai poder perceber o que a direção da luz pode fazer com o retrato de uma pessoa, vale a pena observar!

Espero que tenha gostado e que este artigo tenha acrescentado de alguma forma a sua evolução fotográfica.

Te vejo em breve!

Imagem destacada: Iluminação retrô via Shutterstock

 

Qualidade da luz na fotografia

Qualidade da luz na fotografia

Luz! Sempre ela, sem a luz não temos fotografia, e o nosso maior desafio é controlá-la de maneira que consigamos os resultados que realmente queremos.

Você sabe que o primeiro passo é dominar a fotometria, somente com esse controle será possível também controlar os nossos resultados de maneira consistente. Mas a luz tem muitas outras características fundamentais que podemos trabalhar em nossa fotografia: Qualidade, Direção, Intensidade e Cor.

Por isso, hoje eu trago um artigo incrível dos fotógrafos do Photography Concentrate que pode começar dando-lhe algumas habilidades de luz que você pode usar em suas imagens!

Vamos falar sobre qualidade.

O Que é Qualidade de Luz?

A qualidade da luz refere-se a luz, se é dura ou macia.

Hum … o quê?

Sim! A luz pode ser dura ou macia! E o que isso significa?

“Luz dura” é a luz que produz altas luzes e sombras escuras. E essas sombras tem bordas bem definidas.

“Luz suave” produz destaques que não são tão brilhantes, e sombras que não são tão escuras. Além disso, essas sombras são menos definidas, com uma transição mais suave entre claro e escuro. Elas são freqüentemente descritas como “softs” ou “macias”.

Aqui está um exemplo. Lembre-se de verificar as sombras para ver a diferença entre a luz dura e macia.

Barril

O Que Deixa a Luz Mais Dura ou Mais Macia?

Excelente pergunta! Basicamente o que torna a luz dura ou macia é a distância da fonte de luz, em relação ao assunto.

Quanto mais distante for a fonte de luz, mais suave ela será. Quanto mais perto estiver a fonte de luz, mais dura ela será.

Agora, a parte mais importante disso é a “em relação a”.

Pense sobre o sol, ele é uma exceção. É tecnicamente uma grande fonte de luz, e mesmo estando distante, produz luz dura.

“Mas espere!”, Você já disse que “Às vezes, a luz solar parece suave! Como é possível?”

Outra boa pergunta.

Paisagem

Uma maneira de tornar suave uma luz dura é torná-la difusa. Isso significa usar algo para espalhar a luz para fora. Então, quando as nuvens passam sobre o sol, elas dispersam a luz e criam, efetivamente, uma fonte de luz mais suave como resultado.

Esses conceitos são muito básicos, mas uma vez que você compreenda-os, você pode começar a manipular a luz em todos os tipos de formas puras. Quer fazer a luz mais dura? Faça a fonte de luz ficar mais perto. Quer mudar de luz dura para suave? Basta distanciá-la ou dispersá-la com um difusor.

Dura vs. Macia Em Um Retrato

Uma das minhas maneiras favoritas de usar esse conhecimento é quando fotografo retratos. Este é o lugar onde as diferenças entre a luz dura e macia realmente entram em jogo.
Agora, como você sabe, luz dura cria destaques brilhantes e sombras escuras e bem definidas. Em um rosto, esses destaques brilhantes podem realmente dar a pele uma aparência brilhante. Isso nem sempre é desejável! A Luz dura também produz sombras mais proeminentes. Dependendo de onde a luz está, essas sombras podem escurecer uma grande parte do rosto, inclusive produzindo resultados que não fazem jus ao fotografado.

RetratoLuzDura

Agora, dito isso, você pode definitivamente usar luz dura em um retrato. Ela tende a dar uma aparência mais dramática. Apenas tome cuidado para que o resultado não pareça agressivo, e você ainda poder criar algo legal!

Mas eu tenho que admitir que eu amo fotografar com luz suave quando se trata de retratos. Os tons na pele ficam mais uniformes, as sombras são mais suaves, e mais do rosto pode ser visto. E um olhar mais suave, ajuda a concentrar-se na pessoa mais do que nas sombras. Em geral, luz suave é considerada mais lisonjeira, vamos dizer assim, para retratos, e é muito mais fácil de trabalhar.

RetratoLuzMacia

Dicas Para Fotografar Com Luz Suave e Luz Dura

Agora que você sabe as diferenças entre luz suave e dura, aqui estão algumas dicas para fotografar!

  1. Olhe Para As Sombras

O primeiro passo é o de ser capaz de diferenciar entre a luz macia e dura, e seguir as pistas das sombras. Dê uma olhada nas bordas das sombras, veja se elas são bem definidas, ou distorcidas. Que é o que lhe diz se você está trabalhando com luz dura ou macia, respectivamente. A escuridão das sombras também pode lhe dar uma dica, com luz dura, as sombras são mais escuras.

  1. Considere Os Resultados

Tanto a luz dura como a suave tem seus prós e contras, e você como fotógrafo precisa entender como elas vão afetar a sua imagem, e se você quer isso. Então dê uma olhada em sua cena, e perceba como a qualidade da luz está afetando as coisas. É luz dura criando contraste e drama? Ou é luz suave produzindo mais resultados ainda? São as sombras distraindo, ou adicionando elementos à imagem? Não há resposta certa ou errada aqui. A chave é começar a perceber e pensar sobre a qualidade de luz!

  1. Mude

Nós muitas vezes temos a opção de modificar a qualidade da luz. Lembre-se que uma fonte de luz relativamente distante geralmente produz luz suave, e uma mais próxima, produz luz dura. Então, faça a luz ficar mais distante, seja alterando a luz, movendo o assunto para mais longe da luz, ou adicionando um difusor, e você vai encontrar a luz mais suave. Mova o assunto mais perto, ou remova o difusor, e sua luz será dura. Por exemplo, se você está fotografando perto de uma uma janela, você pode se mover para mais perto e obter luz mais dura. Ou você pode fechar as cortinas para difundir a luz e torná-la mais suave!

Agora que você sabe a diferença entre a luz dura e suave, comece a olhar para a luz! É um jogo muito divertido! Tente determinar a qualidade da luz em torno de você!

Paisagem2

Esse artigo é originalmente da fotógrafa Laura Lim, fiz interferências que achei necessário. Ele faz parte de uma pequena série sobre a luz que trarei aqui pro Foto Dicas Brasil. O texto é simples e bem básico, mas acredite, conceitos como esses são fundamentais quando costurados com um conceito maior na fotografia. É claro que quando falamos de luz dura ou suave, precisamos levar em consideração a intensidade da luz, mas aqui a ideia é o conceito básico de qualidade! Observar a qualidade da luz é o primeiro passo para poder escolher como trabalhar com ela, ou até mesmo se adaptar quando for preciso, pra mim o mais importante, é compartilhar com você um conhecimento que acredito ser relevante para o resultado da sua foto.

Espero que tenha gostado, no próximo, falaremos das direções da luz.

Te espero aqui.

Bons estudos e até breve.

Imagem destacada: Flor no sol via Shutterstock