Raw, isso é pra mim?

Raw, isso é pra mim?

Hoje você conhecerá um pouco mais sobre o formato RAW. Se nunca ouviu falar, irá aprender sobre ele e porque salvar documentos nesse formato, no nosso caso, imagens.

O Que é Formato RAW?

Primeiramente, começaremos explicando o que é esse formato. A palavra RAW significa cru em inglês. Você pode escolher fazer suas fotos nesse formato ou em outros, mas se salvar em RAW, suas fotos ficarão melhores, mesmo sem ser aquele equipamento top de linha. É como se fosse o negativo das fotos de filme, lembra? Mais ou menos por aí, as informações estão todas contidas nesse formato.

Através dele, você consegue controlar mais suas fotos e assim terá mais qualidade em suas imagens captadas. Mas, para isso, precisará de algumas configurações na câmera, que geralmente vem configurado de fábrica para fotografar em JPEG. As edições são todas feitas manualmente por você no RAW, enquanto que no JPEG elas são feitas automaticamente. Se você deseja fazer boas fotos, pode deixar no formato JPEG mesmo. Mas, se deseja fotos excelentes e, acredito que seja o seu caso, salve – as no formato RAW. Brinque, treine muito e veja as edições que podem ser feitas. Modifique muito porque dessa maneira você aprenderá muito.

Nesta imagem você vê a mesma foto com as mesmas edições básicas em três programas diferentes: ACDsee Pro7; Adobe Camera Raw 7.1 e Lightroom5.

Raw, isso é pra mim?

O formato que estamos estudando grava todas as informações da imagem no cartão de memória, o que não acontece no formato JPEG. Nesse último, as informações passam para o cartão também, mas antes disso, elas são comprimidas na própria câmera em um arquivo menor.

Pra você ter uma ideia o JPEG consegue guardar em cada pixel, 8 bits que resulta em 256 cores, já o RAW consegue de 12 a 14 bits! Nada mais, nada menos do que 4.096 a 16.384 cores. Hummm, já dá pra perceber que o RAW é MUITO mais flexível para o tratamento digital, ou seja, você consegue trabalhar sem perder praticamente nenhuma qualidade, a profundidade de cor, o balanço de branco e até exposição (ISO X Abertura X Velocidade), na pós-produção.

Então, pegando o arquivo em RAW, é possível interpretar todas as informações ao lê-las, enquanto no outro formato elas já saem lidas e interpretadas.

Você consegue mais informações ao editar as fotos e, consequentemente, mais qualidade no produto final. Essas informações que você consegue com esse formato não seriam possíveis com o formato JPEG, porque elas teriam sido jogadas fora para economia de espaço.

Desvantagens

Uma foto salva no formato RAW precisa ser revelada por um programa específico antes de ser postada, ela não está pronta como uma foto salva em outros formatos. Mas isso é fácil, basta ter um aplicativo como o Photoshop e pronto, problema resolvido. Abrindo a foto, você faz as edições que desejar e salva em outro formato, como o JPEG e aí sim pode postar ou imprimir.

Além disso, uma foto em RAW ocupa muito mais espaço no computador do que as salvas em outros formatos. Para você ter uma noção, elas podem ocupar de duas a seis vezes mais o tamanho de uma foto em JPEG, por causa das informações armazenadas. As imagens em RAW podem ter até 30MB ou mais dependendo da sua câmera. É como se fosse um negativo digital mesmo, ele grava muitas informações.

Uma solução para isso é salvar as fotos nos dois arquivos. Algumas câmeras possuem essa opção, aparecendo RAW + JPEG. Assim, a mesma fotografia será salva nos dois formatos e você terá as informações que desejar, sem precisar processar o arquivo no Photoshop. Hoje você não precisa das informações da imagem, mas no futuro pode precisar. Por isso, vale a pena ocupar mais espaço no computador para isso.

Abrir Arquivos em Formato RAW

Para abrir arquivos nesse formato, você precisará de aplicativos específicos, como já citamos anteriormente. Tem o Photoshop, o Lightroom, o ACDSee e outros dispositivos para edição de fotos. Escolha o que preferir ou entender mais.

Se escolher o Photoshop, precisará de um plug-in para abertura das fotos salvas em RAW. O nome desse plug–in é ACR (Adobe Camera Raw) e na maioria das vezes ele já vem instalado junto com o Photoshop. Caso não tenha ainda, é só instalar, o processo é rápido e fácil, você encontra ele disponível no site da Adobe, e se estiver usando o Photosho CC, ele já está instalado.

Essa é a cara do Adobe Camera Raw 7.1, clique na imagem para visualizar em tamanho grande com mais detalhes.

Raw, isso é pra mim?

Eu particularmente acho o Lightroom mais fácil pra quem está começando.

Ajustes nas Edições

Aí você se pergunta: que ajustes podem ser feitos para que as fotos fiquem com melhor qualidade? Eu respondo: muitos. Só fazendo testes mesmo para saber, mas são vários os ajustes, inclusive você pode mudar tonalidades nas fotografias e até torna-las preto e branco.

Podem ser editadas as cores, o brilho, o contraste e muitas outras opções, como correção de olhos vermelhos. Todas essas edições deixam sua foto natural, são retoques e não montagens. Por isso, vale a pena guardar o arquivo grande.

Você pode perceber claramente nestas imagens a seguir, a diferença de um arquivo JPEG e RAW com as mesma edição no Adobe Camera Raw. O JPEG por ser compactado perde qualidade significativa. Clique nas imagens pra abríRaw, isso é pra mim?

Raw, isso é pra mim?

Uso Profissional

Para uso profissional, quando as fotos serão tratadas e vendidas comercialmente, é aconselhável que ela seja salva em RAW, mas conheço fotógrafos com equipamentos bem recentes e que dominam a fotometria, por isso fotografam em JPEG, mas não costuma ser o padrão.

Quando as condições de iluminação ou tempo não são as melhores possíveis, o recurso de salvar nesse formato é indicado, pois o tratamento pode melhorar a qualidade da imagem. Eu costumo indicar bastante aos meus alunos do Curso Online Fotografia Profissional Para Amadores!!! Atualmente a maioria das câmeras digitais, se não todas, que são voltadas aos iniciantes e amadores, vem com uma lente (a do famoso Kit) de f/3.5 de abertura, o que é considerada escura quando se trata principalmente de fotos feitas à noite, acarretando uma limitação para foto.

O RAW não é pra você fotografar errado e corrigir depois, ele foi feito pra melhorar as suas condições fotográficas.

Por exemplo, fotografei um show uma vez que apesar de muito importante, surpreendentemente não houve luz de palco, e o meu equipamento na época tornaria inviável o registro se não fosse em formato RAW, ou seja, eu fiz tudo que era possível para o registro correto e o RAW me permitiu recuperar luzes que minha lente e distância não permitiam.

Eu acredito que uma das maiores dificuldade quando tentamos explicar o arquivo RAW é mostrar sua visualização, porque quando você abre esse arquivo em um programa de edição, alguns até “piscam” a foto quase sem cor e depois ela aparece como uma imagem JPEG que você está acostumado ver, isso acontece porque como o RAW é um arquivo que precisa ser “revelado” então nada mais lógico que o programa pegar a visualização básica da sua câmera fotográfica.

Mas depois de importado, existe um mundo de possibilidades!

Câmera Escura

Você é daqueles fotógrafos que, há alguns anos atrás, adorava ficar na câmera escura mexendo nos negativos?

Com o RAW é bem parecido, pelo menos no controle das fotos. A modernidade chegou e agora ficou mais fácil, custando apenas espaço em seu computador ao invés de ocupar uma sala inteira e diversos equipamentos.

Salve fotos em RAW e tenha total controle sobre elas!

Plus!

Eu fiz essa videoaula explicando as edições básicas que você pode fazer em RAW, vale conferir e começar a usar ao seu favor esse formato de tantas possibilidades!

Conclusão

O Formato Raw pode parecer meio confuso ou até mesmo dispensável quando estamos iniciando, já que ele não é padrão e precisa ser “revelado”, ma se você gosta de fotografar e quer alcançar um nível maior em suas fotos, considere pelo menos experimentar esse formato. E se fotografia for realmente a sua paixão, junte-se aos milhares de alunos do nosso CURSO ONLINE FOTOGRAFIA PROFISSIONAL PARA AMADORES, vai ser um prazer poder trocar ideias contigo sobre as inúmeras possibilidades do Raw e tantos outros assuntos.

 

Bons Estudos e vamos juntos!

AssinaturaPosts_New