O que preciso saber para compartilhar minhas fotos na internet

O que preciso saber para compartilhar minhas fotos

Você deseja preparar suas fotos para compartilhá-las na internet? Ainda não sabe onde compartilhar? Agora você irá aprender alguns pontos importantes para preparar suas fotos para a visualização de outras pessoas, podendo assim mostrar o seu trabalho para que outros também o admirem. Pra mim, o mais importante é que suas fotos podem também ajudar outros fotógrafos a aprimorarem suas técnicas.

 Nitidez

O que preciso saber para compartilhar minhas fotos

 

Um bom motivo para você preparar suas fotos antes do compartilhamento é aumentar a nitidez para proporcionar mais qualidade à sua foto. A quantidade que será aumentada dependerá do modelo da sua câmera e de sua preferência, mas a tendência é deixar a foto o mais natural possível, aumentando somente um pouco. Os principais programas de edição permitem aumentar a nitidez na saída da foto onde você informa que a nitidez é para a tela do computador (screen). Ah, mas porque eu preciso aumentar a nitidez da minha foto, ela já parece ótima. Sim, muitas vezes terminada as edições você terá que enviar essa foto pra algum lugar e o formato mais usado é… o JPEG.

 JPEG

O que preciso saber para compartilhar minhas fotos

 

 Esse formato de arquivo é uma realidade, a maioria das pessoas só fotografa nele, eu sei que eu falo o tempo inteiro em todas as oportunidades possíveis sobre o arquivo Raw, aliás, você pode ler sobre ele neste artigo “Raw, isso é pra mim?” e de quebra ainda tem uma videoaula mostrando o quão fascinante é esse formato, mas…

 Mesmo fotografando em RAW você terá que dar saída na foto em JPEG pra compartilhá-la na internet, por isso vou explicar um pouco mais sobre este formato pra que você possa utilizá-lo da melhor forma possível.

 Se você estiver utilizando um formato com menos compressão, como Tiff, PNG ou RAW, trabalhe o tempo todo neles e na hora de dar a saída escolha a maior qualidade possível.

 Mas se você já fotografou em JPEG, então:

  1. Faça todas as edições possíveis em uma única sessão. O JPEG não perde qualidade se você salvá-lo enquanto trabalha, mas se você utilizar o “salvar como” e depois reabrir o arquivo, ele vai perdendo qualidade cada vez mais. Uma dica é você quer criar outra versão do arquivo, fazendo uma cópia dele no HD, renomeando e só então reabra pra continuar editando.
  2. Como JPEG é um arquivo passível de compressão, quase todos os programas permitem que você escolha a porcentagem desta compressão. Sempre use a maior, e a mesma quando reabri-lo, não adianta ter salvo em 70% a primeira vez e depois salvar em 90%, ele já terá perdido qualidade.
  3. Mesmo salvando em 100%, você ainda poderá ter perda de qualidade, mas na maioria dos programas essa perda é imperceptível a olho nu, então, faça alguns testes e vá salvando em 95%, 90% e vendo até onde sua imagem ainda consegue ficar nítida como você espera.

 Ótimo, já descobrimos que é preciso dar nitidez, ter cuidados com o JPEG e agora vamos passar para alguns passos possíveis antes de enviar a foto.

 Correções

O que preciso saber para compartilhar minhas fotos

 

Antes de postar, faça a edição de sua foto com aplicativos, até mesmo de celular. É possível rotacionar, mexer no contraste, no balanço, na exposição, dá até pra inserir filtros nas imagens, entre outras funcionalidades. Se você não tem nenhum programa de edição, leia este artigo de como “Editar fotos de graça!” para preparar sua foto antes do compartilhamento.

Aí você está pensando, mas qual é a novidade? Não importa se é pra internet, pra impressão, ou pra mostrar pra minha mãe, eu vou editar a foto de qualquer maneira. Mas… no caso de você estar pensando em compartilhar na internet, tem um detalhe importante:

Peso x Velocidade

O que preciso saber para compartilhar minhas fotos

Quanto mais você editar sua foto, mais pesada ela vai ficar, e consequentemente mais lento será o upload! É preciso ter cuidado com o tamanho da foto nos dois sentidos, de altura x largura, quanto em bytes.

O Facebook, por exemplo, tem um algoritmo que reduz as fotos automaticamente enquanto você está enviando, o problema é dependendo do tamanho, isso pode levar horas!! E você vai ter uma imagem comprimida do mesmo jeito, então é melhor que você tome conta deste processo, ainda mais se a sua intenção é de criar um portfólio.

Não é uma realidade imagens de vários megabytes (MB) na internet, mas na sua câmera sim, é só abrir as fotos e ver qual o tamanho que elas são feitas por padrão, mesmo sendo uma câmera digital, ela sempre irá prezar para a maior qualidade possível para impressão, a não ser, é claro, que você tenha se encarregado de diminuir a resolução porque já sabia que iria utilizar as imagens só na web.

Vou te dar dois exemplos. O primeiro são as fotos da turma do workshop, como elas geralmente são feitas por algum aluno, e eu peço pra que sejam em RAW, elas são gigantescas. Então, depois que eu faço as edições básicas, redimensiono para 1.200px de largura, que eu acho que é um bom tamanho pro facebook porque as pessoas podem se enxergar na foto. E estas fotos costumam ficar em média de 300kb a 500kb. Já aqui para o site eu tenho a vantagem que minha visualização máxima é de 590px de largura, e assim que a foto está pronta, eu redimensiono e com isso o peso cai bastante, e como muitas vezes são muitas fotos na mesma página, eu procuro manter as imagens entre 50 a 100 KB, pra garantir um carregamento rápido para o leitor, afinal, nem todo mundo tem uma internet extremamente veloz, seja no Brasil ou em outros países, sim, lembre-se que pessoas do mundo todo podem estar vendo suas imagens.

O que preciso saber para compartilhar minhas fotos

Alguns programas como o photoshop, por exemplo, tem a opção de “salvar para web”, onde ele faz uma compressão maior, mas ele tenta manter o máximo de qualidade, a grande vantagem é que você vê em tempo real essa perda, e assim fica fácil decidir em que compressão parar.

E estes são alguns pontos que considero importante pra você ter em mente na hora de preparar suas fotos para o compartilhamento na internet, e aprenda onde compartilhá-las no artigo “Onde compartilhar suas fotos na internet“!

Você ainda toma alguma outra precaução, tem algumas dicas pra compartilhar com a gente? Deixe seu comentário!

         Hasta!

Assinatura Simxer - Autora do Foto Dicas Brasil

5 Resultados

  1. Vera Lucia disse:

    Estou maravilhada com as dicas, aproveitando todas, obrigada.

  2. J Carlos disse:

    Olá sou leitor e gosto muito das dicas de vcs, algumas ate acho que se resumem de mais e poderiam ser mais detalhadas. Porque vc trabalha com px nas dimensões? como saber a equivalência em cm? Vou aguardar o próximo post sobre onde publicar!!! Gostaria de informações tbm de como fotografar na neve, pois estarei indo à patagônia argentina e quero claro boas fotos. grato Carlos

    • fotodicasbrasil disse:

      Oi Calos, obrigada pela leitura. As dimensões são trabalhas em pixel porque esta é a unidade de medida dos monitores, e o artigo é sobre compartilhamento na internet. Mas existem várias calculadores de conversão de pixel para centímetro, basta uma busca no Google, uma outra opção é o programa de edição que você for usar, a maioria deles tem a opção de você ver as informações da foto em várias unidades diferentes, inclusive centímetros.

      Quanto a fotografar na neve, já está anotada a sugestão!

      Espero ter ajudado.

      Abraços,
      Simxer

  3. machadowel disse:

    Belíssimo comentário, hilário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.