Foto Dicas Brasil Uma viagem fotográfica em Myanmar - Foto Dicas Brasil
4.018 views | by Simxer
Uma viagem fotográfica em Myanmar

Domine a Pós-Produção Fotográfica. Conheça!

Um dos passos para evoluirmos na nossa fotografia é conhecer trabalhos de outros fotógrafos em várias áreas, conhecer um pouco da história, dos equipamentos e principalmente dos resultados.

Hoje eu traduzi o artigo do Bennett Stevens, escritor e fotógrafo californiano que vive na Tailândia e ele conta um pouco da sua jornada fotográfica em Myanmar, país do sul da Ásia, antiga Birmânia. Eu te convido a ler e a clicar nas fotos para observá-las em tamanho grande, vale a pena!

Uma viagem fotográfica em Myanmar

O que é mais impressionante para um fotógrafo que visita a Myanmar, além das legiões de templos e mosteiros magníficos, são as pessoas. Os 135 grupos étnicos oferecem uma extraordinária diversidade de temas, mas é a sua natureza acolhedora e a vontade de abrir as suas vidas para o estrangeiro que tem em punho uma câmera fotográfica, que nunca deixa de surpreender. Como diretor de fotografia de uma empresa de viagem sediada em Myanmar, tenho a sorte de trabalhar por toda esta terra fotogênica com os seus dois mais famosos fotógrafos de viagem, bem como um grande e premiado fotógrafo ocidental que a conhece bem.

Todos os três fotógrafos têm distintamente diferentes estilos e abordagens. Fotografar com o “Fotógrafo do Ano” Kyaw Kyaw Winn, é como sair com Yoda. Ele tem um conhecimento quase metafísico da fotografia e equipamento fotográfico, e carrega uma grande variedade deles na estrada. O que mais me impressiona sobre o seu conjunto de habilidades, é a sua capacidade de fotografar de forma brilhante em qualquer estilo e em qualquer luz, incluindo as mais severas condições.

O colaborador da National Geographic, David Lazar, por outro lado, é um minimalista, carregando apenas uma única câmera e lente. Seu foco principal é o retrato, e sua quantidade de luz preferida é suave e uniforme. O maior trunfo de David na minha opinião é a sua capacidade de se relacionar com todos os tipos de pessoas que não falam sua língua e conseguir fazê-los se sentir confortáveis em passar, por vezes, grandes períodos na frente da sua lente.

O vencedor do voto público do concurso Hasselblad Master 2010 e contribuinte da National Geographic, AP Soe, tem como seu primeiro amor a fotografia de paisagem (ele é a única pessoa que conheço que possui o conjunto de filtros Singh Ray completo!). Recentemente, ele tornou-se um excelente retratista. AP é um daqueles caras que você só pode se maravilhar, que sempre parece tirar a melhor foto do dia, mesmo que você esteja de pé ao lado dele e tendo a mesma imagem, a foto capta emoções que sua visão não consegue.

O Triângulo Dourado de Myanmar foi pouco fotografado por fotógrafos estrangeiros, mesmo possuindo impressionantes terraços de arroz e numerosos povos indígenas. As principais razões estão relacionadas ao tempo e ao esforço para conseguir os melhores resultados. Para capturar o arroz amarelo por exemplo, como nesta imagem impressionante de Kyaw Kyaw Winn, você talvez tenha uma janela de três dias antes que ele seja colhido. É também uma estação de monção (ventos), assim o tempo também desempenha um papel importante para conseguir uma foto, além de um bom guia. Isso vale para chegar aos grupos tribais mais interessantes e remotos também.

1. Kyaw Kyaw Winn Golden Triangle Burma Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D200 @ 100mm, ISO 100, 1/160, f/10.0 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Uma dessas tribos interessantes é o En. Eles são um povo indígena que só existe em Myanmar e estão desaparecendo. Esta foto premiada de Bennett Stevens mostra uma mulher En jogando arroz com seu filho dormindo em suas costas. Eles são animistas, possuem a crença de que não há separação entre o mundo espiritual e físico (ou material) e de que existem almas ou espíritos, não só em seres humanos, mas também em alguns outros animais, plantas, rochas, características geográficas (como montanhas ou rios) ou de outras entidades do meio ambiente natural. Muitas vezes morrem com os dentes completamente negros, uma prática que acreditam marcá-los com sendo superiores a outros animais de dentes brancos como ratos e cachorros.

2. Bennett Stevens Intha Inle Lake Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D7100 @ 36mm ISO 3200, 10/800, f / 2.8 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Monges e freiras de todas as idades têm um papel muito importante na cultura birmanesa, e junto com os templos espetaculares, são os temas mais fotografados por fotógrafos de viagens, nacionais e estrangeiras.

4. David Lazar Myanmar 5 Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D700 @ 38mm, ISO 400, 1/400, f / 11.0 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

 

3. Aung Pyae Soe Burma Monk Uma viagem fotográfica em Myanmar

Canon EOS-1D X + EF24-70mm f / 2.8L II USM @ 70 milímetros, ISO 640, 1/640, f / 2.8 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Monges novatos acendem velas para Buda em Bagan.

5. David Lazar Myanmar 1 Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D800 + 24-85mm f / 2.8-4 @ 34mm, ISO 1600, 1/30, f / 4.0 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Monge fazendo oração na “Pedra Dourada”, Mon State.

6. David Lazar Golden Rock Myanmar Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D700 @ 35mm, ISO 400, 1/200, f / 7.1 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.


O lago Inle no estado de Shan é o lar de inúmeras tribos. O mais fotogênicos são os “Intha”, que primeiro se estabeleceram no lago cerca de 800 anos atrás, e desenvolveram seu estilo de um remo só, a fim de ajudá-los a manobrar suas canoas de pesca.

7. Aung Pyae Soe Inle Lake Yellow Dawn Myanmar Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D70 @ 85 milímetros, ISO 200, 1/400, f / 10,0 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Pescador Intha, Lago Inle.

8. Bennett Stevens Portraits of Myanmar Fisherman Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D7100 @ 24 milímetros, ISO 400, 10/2000, f / 7.1 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Pôr do sol na Ponte U Bein, Amarapura.

9. David Lazar Myanmar 4 Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D700 @ 38mm, ISO 400, 10/500, f / 3.5 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Terraços de arroz em Shan State.

10. David Lazar Myanmar Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D700 @ 34mm, ISO 320, 10/4000, f / 10.0 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Nascer do sol em Hpa An.

11. Kyaw Kyaw Winn Hpa Sunrise Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D3S @ 35mm, ISO 800, 1/20, f / 8.0 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Monge intermediário rezando para Buddha em uma caverna santuária em Mon State.

12. Kyaw Kyaw Winn Burma Cave Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D3S @ 135 milímetros, ISO 1600, 5/2, f / 7.1 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Mais de 700 templos budistas com arquitetura exclusiva foram descobertos nas florestas ao redor do reino da dinastia perdida de Mrauk U.

13. Kyaw Kyaw Winn Lost City Burma Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D80 @ 70 milímetros, ISO 100, 1/125, f / 10.0 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Mulher Chin em uma vila remota fora de Mrauk U, acessível apenas por via fluvial. A tatuagem, antiga marca entre as tribos Chin, não é mais praticada, como mostrado pelo mural ao fundo da neta da mulher.

14. David Lazar Myanmar Uma viagem fotográfica em Myanmar

— Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Os 2.220 templos antigos ainda em pé em Bagan, formam um dos sítios arqueológicos mais impressionantes do mundo, e é compreensivelmente, o destino turístico número um de Myanmar.

15. Aung Pyae Soe Bagan Uma viagem fotográfica em Myanmar

Canon EOS 5D + 70-200mm @ 70 milímetros, ISO 250, 1/20, f / 32.0 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Interior de um templo em Bagan.

16. Aung Pyae Soe Burma Uma viagem fotográfica em Myanmar

Canon EOS-1D X + 10-17mm @ 15 milímetros, ISO 500, 6/10, f / 5.6 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Bagan é também uma vila rural de trabalhadores, com cabras e gado pastando no meio dos templos, e casas banhadas pelo pôr do sol.

17. Kyaw Kyaw Winn Bagan Cattleherd Uma viagem fotográfica em Myanmar

NIKON D3S @ 300 milímetros, ISO 400, 1/500, f / 5.6 — Clique na imagem para vê-la em tamanho grande.

Espero que tenha gostado e que as fotos possam lhe inspirar em sua jornada fotográfica.

Boas fotos!

AssinaturaPosts New Uma viagem fotográfica em Myanmar

 

Uma viagem fotográfica em Myanmar 4.89/5 (97.89%) 38 votes
pixel Uma viagem fotográfica em Myanmar

Slide background
Slide background
Slide background
Slide background


Simxer é autora e fundadora do Foto Dicas Brasil e Fotógrafa profissional há mais de 15 anos. É empreendedora e apaixonada pelo que faz. Autora dos Best Sellers "Fotometria Simples - Você no Controle da Luz" e "Nikon ou Canon, câmera profissional ou semiprofissional? Aprenda a decidir você mesmo", se orgulha de ministrar o melhor e mais completo curso online de fotografia para Iniciantes, o "Curso Online Fotografia Profissional para Amadores", que conta com fotógrafos iniciantes de vários países além do Brasil como Portugal, Estados Unidos, Japão e África. E está sempre em busca de despertar a sua paixão pela fotografia em outras pessoas e aprender com outros apaixonados!

14 Comments
Leave a Reply

— required *

— required *

Powered by Foto Dicas Brasil.

DOWNLOAD GRÁTIS

Se inscreva na melhor lista de Fotografia, e baixe agora mesmo o Guia com "Dicas de Fotometria" e as "Melhores Dicas Fotográficas", para Imprimir e Levar Sempre com Você!